cap13

 

Prometida 2 Cap 13

Nascimento

POV Jacob

Se me perguntassem o que eu desejaria para minha vida a algum tempo atrás eu responderia: “Quero ser normal”, depois a vida me proporcionou algo maravilhosos um presente, sim ELA, Nessie, foi a luz para mim, talvez um premio de consolação como paul se refere? Quem sabe, mas mesmo assim um premio, hoje eu tenho uma única duvida, meu Bebê, sim a minha pequena vida que foi gerada por Nessie, e mesmo perante esta loucura que é nossa vida, estamos passando por isso muito bem.

Nessie estava na casa de Charlie, para um chá de bebê, isso uma loucura que Alice inventou, Nesie sentia falta de sua curta vida normal que tentou levar, ir a escola, fazer amigos, uma fase importante, mas que depois de tantos acontecimentos não fez mais sentido ela continuar.

Na reserva uma surpresa para ela eu preparava, mas agora estava a esperando chegar, Bela encostou seu carro, e assim que desceram, eu ouvi:

-Mãe esta na hora.

Meus instintos fizeram meu corpo todo tremer, o nervosismo deixava o calor emanar de mim, porém eu teria de ser forte, Ela estava precisando de meu apoio agora.

Em instantes todos estavam a postos, Carlisle já estava o lado de Bella, que carregou Nessie ate a biblioteca, minhas lembranças daquela sala não eram muito agradáveis, o parto de Bella foi traumático, meus medos estavam em torno de se  o parto de Nessie seria igual, ou pior?

_Jacob não seja pessimista.

Edward tentava me acalmar, tudo estava confuso.

-Vamos me deem espaço, por favor, Carlisle pedia.

Eu ate iria me retirar quando senti sua mão segurar meu  braço.

-Não vá, Jake, fique.

Todos deram espaço, ficamos somente Carlisle Edward e Bella ao lado dela, Carlisle deu um sorriso, quando estava examinando.

-Vejo que vamos sem problema algum conseguir aqui um parto normal.

Os olhos de nessie brilharam, ela estava feliz com isso, acompanhei seu sorriso e segurei firme na mão dela.

-Força…

Foram apenas três vezes que Carlisle disse isso, Bella segurava a outra mão de Nessie, Edward estava ao lado de Carlisle, Nessie fazia força, mas não demostrava estar sentindo dor alguma.

Quando em alguns segundos ouvimos um choro, suave parecia um leve sino, meus olhos encheram-se de lagrimas, quando Carlisle entregou a bebe nos braços de Edward, que a enrolou em um pequeno lençol azul e olhava admiravelmente  para a pequena criatura, eu estava ansiado de vê-la de perto.

Edward levou a pequena para os braços de nessie e pude ver a admiração dela, ela soltou as mãos tanto de Bela quanto a minha, e observava cada detalhe da pequena que segurava, pegou em seus dedinhos, desenrolou lençol e observou os pesinhos era tudo tão pequenino, ate que ela olhou bem para o rostinho dela:

-Bem vinda ao mundo Sarah

-Sarah? Perguntei- ué não ia ser um nome misturado?

-Seu bobo, é sim,  uma homenagem a sua mãe, e a minha, Sarabel este será o nome dela.

Bella a baixou e deu beijo erno na testa de nessie e depois na bebe.

-Filha deixe-me dar um banho nela,

-Ai mas ela vai estar longe de mim?

-Não querida, so uns minutos, já a trago novamente, enquanto isso Carlisle cuida de você.

-Tudo bem Mãe, ai que estranho agora também sou mãe.

Carlisle ficou cuidando de Nessie, mas eu queria ajudar Bella.

-Meu amor eu já volto.

-Tudo bem

Fui ate onde Bella banhava a bebe, era linda sua pele era uma mistura perfeita sim, era levemente bronzeada, tinha um certo brilho diferente pude ver aos feixes de sol que entavam pela janela, seus olhos era castanhos e o sorriso era indecifrável.

-Ela tem seu sorriso Jake.

-Como?

-Sim olhe mesmo banguelinha assim, ela tem algo nela que me lembra o Jake jovem.

-Jake Jovem?

-Sim, eu costumava quando era humana ainda, classifica sua mudança assim, existia o Jake jovem com feições juvenis e animado, as bochechas eram mais cheias, olhos sem olheiras e depois teve o Jake maduro, aquele que se tornou o alpha, que fez escolhas e agora é pai.

-Pai, olha que esta difícil engolir isso.

-Pegue.

-O que?

-Pegue oras, pegue sua filha, termine de cuidar dela.

-Deixe que faço isso Bella- Rose veio toda animada.

-Não loira deixe-me eu consigo.

-Cuidado para não afogar ela.

-Não vou afogar nada, so se for você.

Sorri mas meu foco era o pequeno ser em meus braços, a pequena Sara, linda perfeita, Humana? Sim mais uma de nossas preocupações.

(***)

Nessie já estava bem instalada ela se recuperou muito rápido, sara so se alimentava de leite e visto que Ness não teve o prazer de produzir, a alimentávamos na mamadeira, o problema era a briga de quem a alimentava.

O prazer a alegria de ser pai era um misto de sensações estranhos.

-Agora você me entende.

-Edward! Porque faz isso chega de fininho.

-Eu não cheguei de fininho, mas você esta tão entretido em seus pensamentos e admirando sua filha que não presta atenção.

-Ma svai dizer em eu caprichei, ela é linda.

A cara de Edward se fechou pelo duplo sentido em minha piadinha, tudo bem foi sem graça.

-Vamos dizer que ela é linda como a mãe.

-Não quer dar o braço a torcer em, mas ela tem muito do pai dela gostosão aqui.

-Gostosão? Bem vejamos me traga minha filha, quero alimenta-la- nesie chamou.

-Viu Nessie não mente.

Rimos junto.

-Deixe-me por favor,- a loira implorava.

-Tudo bem Tia, pegue-a.

-Ai agora temos um bebê fofo que cresce normal, esta vamos aproveitar mais, sem ofensa Reneesme.

-Não que é isso, tudo bem, ela vai ser mais mimada que eu, pois imagina mis tempo de infância, com você e Alice juntas.

-Vamos a faze-la feliz.

-meu amor podemos aproveitar que ela esta com suas tias, e vamos a reserva, eu tenho uma surpresa.

-Surpresa?

-Sim vamos.

Ela olhou para o pequeno bebe no colo de Rose, pensou um pouco.

-Mas vamos e voltamos rápido.

-Tudo bem.

Saímos pegamos o Camaro que coitado estava abandonado.

-Que surpresa é esta?

-Se eu contar não vai ser surpresa não acha?

-Seu bobo.

Chegamos próximo onde era minha antiga casa, Pois ultimamente eu morava praticamente na mansão Cullen.

Descemos, e a levei até mais a dentro da reserva, avistamos a casa.

-Que casa linda!

-É sua, quer dizer, nossa.

-Sério! Jacob? Como? Quando?

-Calma meu amor, eu a fiz, a ai sabe todos quiseram ajudar, mas eu fiz questão que fosse aqui na reserva.

Entramos , Nesie estava admirada, eu mantive um estilo indígena, mas também deixei algumas coisas modernas, com ajuda de Esme mantive um pouco do padrão Cullen em suas construções.

-Então o que achou?

-Perfeita.

A casa era pequena, mas estava de perfeito tamanho, uma cozinha conjugada, dois quartos, e uma garagem bem grande para os carros e motos.

-A oficina esta indo muito bem, Rose me ajuda muito e foi tranquilo o dinheiro para tudo.

-Impressionante.

Peguei na cintura de minha adorada, mas faltava algo, sim faltava algo muito importante.

A peguei pela mão e a levei ate o quarto, segurei em seu rosto e depositei um leve beijo terno em seus lábios.

-Minha Prometida, você faz parte de mim, me deu uma família, sofreu tanto e agora merece tudo .

-Jacob, eu tenho tudo, eu tenho você, e agora nossa filha.

Nos beijamos, e como sempre o fogo invadia nos dois, foram tempos sem nada, sim o tempo da gravidez no final, alguns sias em que ela estava somente focada em nossa pequena.

Eu estava explodindo minhas mãos passearam por seu corpo, e em instantes estávamos, nos despindo, seu corpo estava perfeito seu cheiro, seu sabor, tudo.

Inauguramos nossa cama, sim estávamos nos amando agora, mas ainda eu tinha que deixar tudo completo .

Nessie estava deitada com a cabeça em meu ombro, eu brincava com seus cachos, ela passava suas mãos delicadas em meu peitoral me arrancando mais suspiros.

-Vai começar? Depois não conseguimos parar mais.

-Jake Sara temos que voltar.

-Calma meu amor, ambos estamos com o celular ligado, eles ligariam qualquer coisa, relaxa, eu também estou com saudades dela, mas eu tenho mais uma surpresa.

-Mais?

Ela sorriu e seu sorriso era maroto.

-Menina levada. Mesmo mãe ainda  não perdeu seu olhar travesso, e não perca nunca minha ness.

Levantei-me, coloquei a minha cueca, e me direcionei ao armário do quarto, peguei a pequena caixinha preta, e voltei ate ela que estava colocando sua roupa.

_Minha Ness, eu a chamo sempre assim, não é mesmo,

-Claro meu mor, eu sou sua.- ela depositou um beijo em meus lábios e passou as mãos em meu peitoral- agora coloque uma camisa antes que eu te jogue novamente nesta cama.

-Ness- coloquei-me de joelho- Eu não sou bom nisso, não sou seu pai mas estou tentando ser romântico, então não estrague- abri  a caixinha com um anel.

Ela olhou seus olhos brilharam e encheram-se de lagrimas.

-mais romântico que isso? Meu amor, eu nem sei o que dizer?

-Oras diga o que se deve dizer.

-Sim, seria isso, já somos um do outro meu amor, mas sim, eu aceito, seremos uma família agora completa.

-Sim completa.

Eu coloquei o anel em seu dedo, subi a encontrar seus lábios e nossos beijos se tronaram quentes novamente, e foi impossível parar agora.

 _______________________________________________________________

Notas Finais:

Olá meninas , demorou, mas saiu, só para avisar que vou postar agora logo, esta fic tem mais dois capítulos, sim teremos o casamento no próximo, e para a resolução de algumas coisas teremos uma passagem de tempo longa, e o epilogo, desculpa mesmo as demoras nas postagens, e espero que estejam gostando da novas fics aqui no TCMB

beijos da Izis

E Não esqueçam quem tem facebook vai lá e ADD no meu grupo, podemos trocar ideias, saber de todas minhas fics e meus projetos.

https://www.facebook.com/groups/533322040024693/

 

Anúncios