Pov. Narrador

A velha ponte de Mystic Falls continuava igual desde a sua última visita, no canto direito marcava os arranhões e amasso fundos,da sua última briga ou quase-morte de um dos dois naquela noite,onde o caçador e o vampiro se encontravam.

“Onde ele nasceu,voltaria.Era a minha certeza,conhecia-o bastante para saber que retornaria a cidade natal linda e única.”-Fora seu pensamento entrando na cidade.

Andou alguns metros até ver as luzes acessas dos enfeites de Natal,que rondava toda Mystic Falls,como a ponte,a cidade não ficou igual.Desde sua última vinda a ela,muitas coisas haviam mudado e melhorado.

Saltzman caminhou tranquilamente perambulando pela cidade, sempre atento a qualquer movimento incerto e brusco,ouvia longe dali um uivado longo e selvagem.A lua cheia refletiu em uma casa,onde seria a nova hospedagem dele.

(…)

Na manhã seguinte, Alaric Saltzman se sentiu forte e com várias esperanças de rever seu velho amigo vampiro. Ao entrar na escola, o diretor mostrou-lhe a sala dos professores e onde tudo ficava.

O diretor o deixou em sua sala, o sinal se pôs a tocar e os alunos foram entrando e sentando em seus lugares respectivos,estava de costa escrevendo na lousa seu nome “Sr. Alaric Saltzman-Professor de História”.Ao virar,surpreso ficou com seu aluno,conhecido a décadas atrás e sua aluna de cabelos morenos,nada gentil.

Stefan arregalhou os olhos diante do que viu.Seu maior medo perante seu irmão estava parado na sua frente sorrindo,o caçador que sempre esteve atrás de seu irmão. Sendo seu novo professor de história.

-Bom dia,sou Alaric Saltzman,o novo professor de História.-Apresentou-se tranquilo e terminando de dizer olhou no olhos de Stefan,quase o encarando.Stefan indagou-se como Alaric descobriu sobre Damon, mas a resposta já sabia e de quem era a culpa,também.

Elena olhava seu professor animada e alegre, sentia uma felicidade vindo dele,como se o conhecesse a anos e anos.Não se lembrava de quando o conheceu ou como, mas sentia que conhecia e muito bem.

-Abram seus livros na página 215 e 216,vamos começar a aula falando sobre a Independência do nosso país, Estados Unidos. -todos alunos se encantaram com ele, sua gentileza e animação. Apenas Stefan e Elena se sentiam diferente com a presença dele e até mesmo Bonnie sentiu que algo iria mudar e drasticamente.

A aula se passou rápido e cada um continuou com seus devidos afazeres.

Ao chegar em casa, Stefan já contava ao seu irmão sobre Alaric Saltzman,o caçador que queria sua cabeça e de preferência fora de seu corpo.

-Stefan, meu irmão. Acha mesmo que ele veio em busca de uma vingança? Em todos esses anos nunca conseguiu, não irá ser agora que conseguirá. -disse Damon rindo.

-Só porque quer Damon. Chega de brincar, sua preciosa Isabella está trazendo problemas demais a nós e ela não é nada sua, para ter que infernizar nossa vida e eu ter que poupar -lhe. -Stefan se sentiu impaciente, Isabella não era nada para eles ou na verdade era algo para o Damon?

-Não venha com essa papinho sobre Isabella. Ela não tem nada a ver com o que fiz ou o que aconteceu e está acontecendo. Ela não tem culpa de meus erros ou o quão era um monstro. -Damon rangeu os dentes.

-Por que quer protege-la? O que ela é para você? Nada! É isso que ela é NADA! -grunhiu Stefan.

-Não. Fale. Sobre. Bella. -Damon o jogou contra a parede e colocando sua mão sobre o peito de Stefan pronto para arrancar seu coração se falasse novamente sobre Bella. Stefan grunhiu ferozmente e se soltou, subindo escada a cima.

-Droga. -Gritou.

Na casa dos Guilbert Elena estava conversando com Bella, ela agia normalmente como os jovens de sua idade.

-Bella, ele é lindo. Se não fosse meu professor e não estivesse apaixonada por meu amor, o teria para mim.- riu Elenana contando a Bella sobre Alaric após o jantar.

-Elena, ele é seu professor.-riu junto, para Bella era estranho conversar com alguém tão jovem, mas ela estava acostumando-se com Elena.

-Qual o problema? Se o visse teria sentido paixão a primeira vista. -riram e continuou. -Mas eu senti uma coisa esquisita quando o vi também…

-O que sentiu Elena?-Perguntou Bella, ela percebeu que algo deveria a ver com tudo.

-Não sei…foi como se ele me conhecesse, mas não lembro-me de quando o conheci ou se o conheço mesmo e olhava Stefan também. Trocaram um olhar e pareciam se conhecer a muito tempo e muito bem. -Respondeu com o olhar distante e pensativo.

-Como é o nome do seu professor?-Perguntou Isabella.

-Alaric Saltzman, por quê?-Perguntou sem entender nada.

-Quer ver o seu querido Stefan? -brincou Bella, mas no fundo estava preocupada.

-O que você vai fazer Bella?-Perguntou Elena.

-Quer vê-lo ou não?-Perguntou apressada se levantando.

-Sim…quer dizer…-tentou consertar, mas Bella fora mais rápida.

-Sei que você quer, levante dessa cama e vamos Elena. Tenho que fazer uma visita aos Irmãos Salvatore. -Falou Bella.

-Irmãos Salvatore? -Disse Elena se levantando e seguindo Bella para fora de casa.

-Sim. Damon e Stefan Salvatore. -Entrou no carro, ligando e pisando no acelerador para chegar o mais rápido possível.

Alaric Saltzman, o nome rondava a cabeça de Isabella. Não poderia ser o caçador Alaric Saltzman, não o que estava atrás de Damon, não ele. Bella queria proteger Damon, igual ele a protegia, além de si mesmo, como o próprio dizia ser perigoso e mal, como se ela acreditasse.

-Bella, eu … eu vou ficar aqui. -sussurrou Elena olhando a casa em sua frente.

-Elena pare de frescura. O Stefan não vai te morder…-Bella disse, mas pensou “Stefan, na verdade pode morder”.

 

Três batidas clássicas foi batido na porta da casa dos Salvatore, Bella aguardava ansiosamente e com pressa, em quanto Elena batia o pé frequentemente no chão a espera daquela porta não se abrir e com mil borboletas flutuando no estômago.

-Isabella? -Stefan abriu a ponta e rangeu os dentes ao falar.-Elena? -Suavizou um pouco a voz. -O que vocês est…?

-Não te interessa Stefan, Damon está em casa? -Falou Bella entrando e passando por Stefan. -DAMON? – Os olhos del brilhavam ao vê-o, era insano ela sabia, mas seus sentimentos cresciam dentro dela.

-Er…Oi. -Falou Elena sorrindo envergonhada.

-Olá. -Sorriu Stefan, sentia seu coração batendo por Elena estar falando e sorrindo para ele.

-O que foi…Bella?-Falou Damon e olhou na ponta, seus olhos ficaram negros.-O que Katherine está fazendo aqui?

-Elena, vem comigo.-Stefan pegou a mão de Elena e saiu pela porta, indo perto de um rio por lá.

-Damon?!-Chamou Isabella.

-O que é?-Falou virando para ela.

-Não precisa ser grosso. – Damon as vezes tinha um humor bipolar, ao qual ela deveria acostumar-se.

-Desculpe, não esperava ver Katherine aqui e nem sei o que ela veio fazer aqui. -Falou suavizando a expressão e voltando seus olhos ao normal.

-Ela não é Katherine, ela é a Elena.

-Uma duplicada…-sussurrou para si próprio.

-Uma o que?

-Nada. O que você veio fazer aqui mesmo?

-Eu preciso te falar sobre Alaric Saltzman.-Falou séria.

-Eu sei que ele está aqui e estou pouco ligando. -Zombou.

-É bom você ligar, porque pelo o que Elena me contou ele não está de brincadeira e já reconheceu o seu irmão confirmando que você está aqui. -Disse.

-Ele nunca me pegou não vai ser agora que vai.

-Não estou brincando, Damon.

-Nem eu.

-Não parece. -Zombou ela dessa vez.

-Não quero você no meio disso, Bella.

-Eu quero te ajudar e proteger, como está fazendo comigo.-Respirou fundo e continuou olhando nos olhos do Damon.-Sei que está acontecendo tudo isso por minha causa.

-Não, não é por sua causa. É pelo o que sou e faço…eu sou mau, Bella.- Ele a encarava nos olhos, e falava pausadamente.

-Não é…você é bom.

-Nunca serei Bella. Eu era, mas agora…sou mau e não bonzinho. Você é boa e não devia se preocupar comigo.

-Você me ajudou quando nem me conhecia e está me ajudando de novo, isso prova quem você é.

-Bella, seu coração é inocente, puro e doce demais. Jamais verá o que realmente sou e é por isso que eu te … que eu te protejo e sempre vou proteger. Conte comigo Bella, eu sempre vou estar ao seu lado. Sempre. -Disse Damon quase contando o que seu coração gritava para dizer.

Isabella sentiu um disparo no coração, sorriu que nem boba, Damon e Bella trocaram uma profunda troca de olhares sinceros e com um sentimento que ambos não sabiam o que era. Isabella sem pensar colou seus lábios nos de Damon, beijando-o.

O sentimento que estava guardado em ambos agora estava sendo expressado.

Ao lado de fora da Residência Salvatore, outro casal conversava.

-Então Damon é seu irmão? -Perguntou Elena, ela conversava com Stefan a beira de um rio.

-Sim, ele pode ser chato as vezes, mas é meu irmão. -Elena riu.

-Não sabia que você tinha um irmão.

-Na verdade ninguém sabe, Isabella conheceu Damon e descobriu que era meu irmão e não que eu contei a ela. -Falou rindo.

-Você e a Bella não se dão bem?-Perguntou Elena insegura lembrando do ocorrido quando chegou.

-Não muito…eu quero proteger Damon de algumas coisas que acontecem, mas Bella está arruinando isso.

-Ela não tem culpa, quer apenas ajudar também.

-Você não entende Elena. Nunca vai poder entender.

-Por quê?

-Deixa para lá Elena. -Stefan tentou desconversar e perguntou algo que o deixava sempre pensando. -Você namora Elena?

-Não. -Disse rindo.

-Por que a risada?-Perguntou sem entender.

-Por nada.

-Nunca encontrou ninguém que quisesse namorar?

-Eu namorava o Matt, mas quando…na noite que meus pais morreram eu havia terminado com ele. -Falou lembrando de como sua vida era, feliz e alegre. Dos seus pais e de seu irmão que antes era mais próximo dela. -E você? Nunca encontrou ninguém?

-Já gostei de uma garota, mas ela não era quem procurava. -Falou lembrando de Katherine. -Mas eu encontrei uma garota linda, especial e meiga a pouco tempo e quero conquista-la, só não sei se ela gosta de mim.-Stefan disse olhando nos olhos de Elena, que brilharam.

-E quem é ela?

-Você. -Sussurrou e beijou-a delicadamente, as mãos de Elena subiram pelo cabelo de Stefan fazendo um carinho e Stefan colocou suas mãos na face de Elena, afagando-a.

 

O beijo de Bella e Damon fora diferente, Bella infiltrou os dedos no cabelos de Damon o puxando para si,em quanto Damon a puxou para perto dele e colocou a mão na cintura dela.O beijo era quente e aconchegante.

Quando o ar estava faltando para ambos,se separaram com o toque irritante do celular de Bella,que tocava pela segunda vez frequente.Isabella olhou para Damon e pegou o celular na tela piscava  “Nick Burkhardt”, se surpreendendo com quem ligava para ela. Nick.

-Alô.

-Bella? Eu estou chegando. Daqui algumas horas estarei em Mystic Falls, me espere.

-Quem era? – Damon perguntou sem soltar a cintura de Bella

-Ninguém importante.- Ela disse pensativa, mas ao mesmo tempo ela olhou para Damon e sentia-se culpada pela mentira.

 

 

Anúncios