olá quanto tempo não dou um oi, então ai esta e desculpe se for pequeno demais o cap compenso no próximo

cap 11

 

Prometida cap 11

Descoberta

 

POV Reneesme.

Charlie foi embora depois de todas as revelações importantes, sabia que a partir de agora tudo ficaria mais fácil, no entanto temia por ele saber de tudo, os Volture eram quanto a esta lei do segredo, e sabia que seria quase impossível eles ficarem sabendo disto sendo que estávamos longe e pelo visto eles estavam bem quietos no momento.Olhei para Jacob que a todo momento me deu espaço com meu avô, e sabia que ele mais do que nada queria estar comigo naquele momento.

Corri ao seu lado e o abracei.

_Minha Nessie, esta melhor?

_Sim, e com você eu fico melhor ainda.- enterrei meu rosto em seu ombro e senti seu cheiro, era tão bom não ter aqueles enjoos que estavam se tornando constantes.

Depois de se alimentar com o sangue que Carlisle forneceu para mim, consegui ate me alimentar de comida, e sentia que minhas forças voltavam.

Nolan estava desolado ao lado de fora da casa, sabia o que ele sentia por mim, e não queria que Jake soubesse, a nossa felicidade estava de mais para estragar com um detalhe.

Fui ate Nolan e sentei-me ao seu lado próximo ao rio que separava a casa do chalé.

_O que esta pensando?

_Nada de mais.

_Olha que peço ao meu pai vir aqui.

Rimos junto.

_Não precisa Nesie, você sabe o que estou pensando, em você!

Mesmo sabendo daquilo era estranho ouvir em voz alta, olhei para traz e verifiquei onde jake estava, ele juntamente com Carlisle e meu pai tentavam pesquisar mais sobre vampiros e lendas, e saber mais sobre as lendas da tribo, mesmo não falando nada próximo a mim, sabia que a preocupação era constante com meu estado e sobre a criança.

_Nolan, sabe que não sei o que dizer sobre isto, você esta em meu coração, mas sempre será um amigo.

_Sei disto Nesie, estava pensando em ir atrás de meu pai.

_Não faça isto, fique, me sinto bem quando esta por perto!

_Nesie, isto é tortura, esta não é minha vida, Carlisle me trata como da família, quer que eu volte a estudar, me ensina muita coisa, mas esta não é minha família.

_Mas pode ser, Nolan não faça isto com você, sabe que não há muitos vampiros como nós, que se alimentam de sangue animal, é complicado viver por ai sozinho, logo se deixará de ser assim, e aqui com apoio e união fica mais fácil.

_Sim fica, mas não é fácil estar próximo de você sentindo oque eu sinto, entenda, fico feliz em te ver feliz, mas quando te vejo com aquele Lobo fedirento…

_Nolan…!!!

_Desculpa, mas é verdade, eu sinto algo que nunca senti, uma dor, uma raiva uma inveja tudo junto, sei que que quando nos beijamos não foi como para você como é beija-lo, mas para mim foi tudo!

Quando ia tentar arrumar uma resposta tentar entender, senti a presença dele, jake.

_Beijo? Ele te beijou?

Om sua audição Jake escutou e veio de pressa ao nosso lado, vi sem eus olhos a fúria.

Jake estava prestes a atacar Nolan, mas meu pai também ouviu nossa conversa e logo estava segurando Jake.

_Edward me solte, quero matar este hibrido nojento, ele beijou minha Nessie.

_Calma jake, foi quando estava sem memória- tentava argumentar!

_Você estava sem memoria, mas ele não, sabia exatamente o que fazia este… vou mata-lo agora!

_Jake pare com isto!

Depois de um tempo, Carlisle levou Nolan dali, e Jake acalmou-se.

Não podia olhar em seus olhos, sabia que tinha escondido dele isto.

_Nessie, desculpe ficar  alterado assim, mas é que…

_Desculpe eu Jake, devia ter sido sincera e te contado sobre o beijo, mas saiba que nada significou, e depois me lembrei de nós, de você, Nolan esta confuso…

_Nem me vem agora com isto, ele pode estar confuso, e querendo ou não eu posso ate entender um pouco do que ele esta passando, mas não significa que entenda ele ter se aproveitado da situação, voê estava sem memória e ele te beijou.

_Jake- peguei seu rosto entre minhas mãos e encarei seus olhos.- Saiba que nada significou, o que sinto por você é tão forte que mesmo sem memória ainda sentia só não lembrava.

Jake encarou meu olhar, e vi que foi acalmando-se, ele me abraçou, e se beijamos, sempre era bom sentir seu beijo quente, e agora ali sem muito enjoo, e sem estar tonta era proveito total, seu sabor, seu cheiro invadiam minhas narinas, e minha mente era invadida por imagens antes de tudo acontecer, coloquei minhas mãos em seu rosto enquanto o beijava e passei paar ele tudo que lembrava, foi o que bastou para Jake ficar excitado sentia que era pouco para ele explodir.

_Ei vocês dois procurem um quarto, isto esta indecente.

_Tio Emmett!!!- Emmett gritou da varanda o suficiente para ouvirmos, claro que vampiros om alta audição e visão saberiam que estávamos passando dos limites, meu pai certamente não estava contente com as minhas imagens mentais também.

_ Vamos para nosso recanto?

_Claro.- e corremos ate chagar em meu recanto, o lugar onde se tornei mulher, onde se tornei de Jake por completo.

 

(Alguns meses depois…)

Estávamos na sala da casa, Jake acabara de chegar da oficina, e como sempre sentou-se ao meu lado e passava a mão em minha barriga, ate então minha gravidez seguia normalmente meu ventre seguia um padrão normal e humano em seu crescimento, o que deixava Carlisle animado, mesmo sem vermos muita coisa pelo ultrassom, sabíamos que estava tudo bem.

Jake acariciava meu ventre, e beijava.

_Meu bebe, como esta ai, como queria poder te ver saber se esta bem? Queria saber o que é! Sei que vai ser lindo ou linda se puxar a mamãe.

Rimos junto, foi quando algo aconteceu, a barriga mexeu, e senti umas pontadas leves.

_O que foi isto?- Jake perguntou.

_Não sei ele anda fazendo isto hoje!

_Já falou para Carlisle?

_Não, mas …

_O que foi?- Carlisle chegou ao meu lado.

_Nada ele somente mexeu só isto.

_E você esta bem? Nada de machucar nada?

_Não, é bem leve alias somente um desconforto, nada mais.

_O bebê mexeu para o papai…

Jake estava animado agora, seu ar de preocupação deu lugar a veneração, ele acariciava mais a barriga agora esperando o bebe mexer novamente.

Estávamos animados com isto, quando Alice voltou de uma caçada, estava feliz ao lado de Jasper quando entrou na sala, e seus olhos vagaram, fiquei preocupada, e o bebê na barriga mexeu mais ainda, com minha agitação.

Quando Alice vagava assim era algo que via, e nós todos ficamos preocupados.

Estava impaciente, o bebê na barriga estava agitado, e quando vi o lábio inferior de Alice curva-se e um meio sorriso apareceu, ela fiou serena e sorriu largamente senti um pouco de alivio e ao mesmo tempo ainda estava preocupada.

_Dá para você parar de deixar ela agitada?

_O que?

_Isto mesmo Nessie, a bebê esta agitada, você fica ai preocupada a toa, ela não gosta irrita ela.

_Como assim?

_Eu a vi. Não sei como mas a vi, eu não te vejo, nem a jake, mas a vi, ela vai ser linda sabe com seus cachos, mas vai ter a cor de Jake, e ela fica agitada quando você fica nervosa.

Todos estavam animados com a descoberta, meu pai acabara de entrar na sala e igualmente ficou impressionado, ele estava vendo a mente do bebê, era pura doce, e ficava emocionado com as visões de Alice na mente dela.

-Isto é fantástico, e vê mais Alice?

_Carlisle perguntava.

_Carlisle, a visão é meio turva, mas vejo que ela vai ser perfeita, não consigo ver além deisto, mas tenho o palpite que ela será…

_Humana!

Meu pai e Alice falam juntos.

Todos estavam animados, mas jake pensou em algo que não tínhamos pensado.

_Mas se ela for humana? Nós somos todos imortais, teremos que ver nossa filha crescer, envelhecer e morrer?

Rodos se olhamos com preocupação agora, não imaginávamos algo assim, ou esta possibilidade, se ela realmente fosse humana, seria exatamente isto que ocorreria, ela seria normal, crescendo envelhecendo e enfim morrendo.

Anúncios