Tags

, , , ,

Prometida 2 Capítulo 7

Sem Luta

POV Bella, (Itália, Volterra)

Era uma situação tensa e mentalmente cansativa, não baixei a guarda por nenhum instante, meu escudo cobria a todos de nosso lado, percebia os olhos de Jane com raiva de minha atitude.

A masoquista estava tentando afetar alguém, focalizei minha mente em meu escudo e na conversa que se seguia entre os irmãos.

Marcus era o único calado como sempre, e Caius encarava Aro com raiva.

_caro irmão, acho uma estupidez continuar com esta divisão.- aro argumentava.

_Aro, você começou isto no instante em que resolveu ser paciente com o clã dos Cullen e principalmente em sua obsessão por seus membros.

_Estou disposto a rever meus conceitos, para o bem de todos.

Neste instante, algo interrompeu a conversa, vi quando a hibrida Selena entrou na sala, e foi ate o ouvido de Jane, ela tentou, mas em uma sala cheia de vampiros, os mais pequenos sussurros forma ouvidos, e neste instante com aquela informação, muitas coisas aconteceram.

Edward virou para Selena e todos se voltaram a atenção as duas vampiras, Jane estalou seus olhos, algo em seu plano deu errado, e Reneesme agora não estava nem com eles, não tinha negociação.

Caius ficou tão surpreso quanto eu, e Edward aproximou-se de mim ainda mais.

_Bella, eles não tem o que negociar, e nem tem intenção de que isso continue.

Entendi tudo, e foi quando eu pulei em direção a Jane, pude perceber todos começarem uma luta, em segundos Jacob estava em forma de lobo, e no centro de tudo os três irmão encaravam-se.

Jane não era boa de briga, e com seu dom anulado ela era alvo fácil, eu estava com raiva dela, sequestrou minha filha, e agora perdeu ela.

Jacob atacava alguns da guarda e ele era muito bom, pude escutar vários sons de vampiros quebrados, Edward , Carlisle e Emmett também faziam um grande trabalho.

Selena tentava impedir que eu conseguisse arrancar a cabeça de Jane, seu pescoço estava entre meu braço, e uma única puxada eu acabaria com ela.

 

 

POV Edward.

A mente de Caius e Jane era focada na troca, mas bastou Selena entrar para tudo vir a tona, no instante em que ela cochichou para Jane a perda do paradeiro de Reneesme, os planos deles vieram a mente, eles não tinham intenção de fazer isso na paz, e sim acabar conosco assim que possível, com a revelação da perca de Reneesme vindo ao ouvido de todos, o conflito foi inevitável.

E assim que alertei Bella, todos começaram em uma intensa batalha, Jacob em  forma de lobo, e Bella quase acabava com Jane, quando aro interveio.

_Parem!

Era uma voz autoritária e todos pararam neste instante.

Bella continuou com o pescoço de Jane entre os braços.

_Querida Jane como vê, seu Don não pode a salvar desta vampira poderosa, peço sua cooperação e garanto que Isabela irá libera-la.

Jane protelou por um instante, mas sua mente revelava que tinha medo de morrer, e sabia que não tinha chance com Bella.

_Coopero.

_Jane querida, quero nosso tratamento antigo._ Aro jogava, Bella não estava nem um pouco a vontade com a situação, mas a mente de Aro revelava que ele queria ganhar algo com situação, por mais que a guarda fosse forte, nós estávamos em vantagem, e Caius sabia disso, e estava disposto a ceder.

Era como ver um filme paralelo, as mentes focadas em seus objetivos, e o qual eu e Bella só queríamos saber sobre nossa filha.

_Coopero, Mestre.

_Isso Jane Querida, agora Isabela querida, poderia solta-la, creio que vamos ter uma reunião civilizada agora.

O objetivo de Aro estava sendo alcançado, ele estava por cima, e tudo se devia a nossa presença, mas não trabalhávamos para ele, e Bella e eu tínhamos outro objetivo, então resolvi assumir o controle.

_Não, Bella, não a solte.

Aro me encarou, Caius e marcos estavam igualmente pasmos, então continuei.

_Não me importa o que vocês vão resolver, não importa de quem é o poder, a única coisa que me importa é minha filha, eu a quero, ao contrário, Bella arranca a cabeça de Jane, e a luta continua.

_Edward, meu caro, pense você não quer envolver-se em uma luta- Aro argumentava.

_Não, uma luta é a ultima coisa que quero, mas a primeira coisa que quero, minha prioridade, é minha família, quero minha filha.

_Não sabemos onde ela está, Nolan irmão de Selena a levou. -Jane falava ainda entre os braços de Bella.

_Não importa, quero garantias de que minha família será deixada em paz por qualquer um aqui, e que me darão qualquer informação que possa me ajudar.

_Chega, solte Jane, e vocês tem toda garantia, este assunto aqui é entre meus irmãos.- Agora foi a vez de Caius sua mente não temia por Jane, e sim por saber que não tinha defesa contra um clã como nosso.

Bella soltou Jane, que se desviou, e continuou apreensiva. Em todo o momento ela foi um bode expiatório, o cabeça de tudo era Caius, ele estava farto das ordens excêntricas de Aro.

Jane sabia que as coisas seriam diferentes a partir de agora, Caius também, mas aro estava a vontade sua mente estava clara que ele tinha ganhado.

A todo momento eu tive a certeza que eles estavam falando sério, e a verdade, eles deixariam minha família em paz, agora era a hora de Selena nos informar possíveis informações sobre Nolan e Reneesme.

Saímos da sala dos tronos todos, Jacob manteve a forma de lobo, por não ter roupas, já que as suas ele acabara de rasgar.

Selena nos acompanhou até os interiores do castelo, eu não queria mais saber de nada sobre o que os três irmãos independente do que fosse resolvido não era de minha conta.

Chegamos a uma sala grande, Selena começou.

_Quero que saibam, que nunca quis ficar de lado nenhum, mas Jane sabe ser persuasiva.

_Não importa só quero saber sobre minha filha.

_Reneesme acordou, depois de eu usar mais uma vez meu don nela.

Bella irritou-se.

_Sabe o que este seu Don faz a minha filha, ela sofreu um bocado com ele, não voltava a ser ela, e agora como deve estar?

_Calma Bella, deixe-a terminar, e depois de acordar.

_Bem, não sabia que meu Don a afetava tanto, pelo fato dela ser hibrida como eu pode ser mais forte, ela acordou sem memória.

_O que? Esta dizendo que minha filha esta sem memória?- Bella agora quase avançava na hibrida.

_Não fazia ideia, mas a deixei no quarto, Nolan estava sendo mantido seguro afastado de toda esta confusão, mas quando soube que Reneesme estava aqui ele queria ve-la.

_E você deixou?- Jacob voltava ao nosso lado, ele estava com uma roupa preta provavelmente provida por alguém li em sua mente que fora Johan que o deu, soube que jasper e Alice estavam fora de perigo também.

_Deixei sim seu lobo fedorento, Reneesme foi a melhor amiga de meu irmão, e mesmo eu não querendo admitir, o pouco tempo que ele passou com vocês o fez bem.

_E para onde ele levou Reneesme?

_Não sei, tenho alguns palpites, algumas propriedades que meu pai tem e Nolan gostava muito, olha não façam mal a meu irmão, ele é de bom coração, e deve estar fazendo isso para bem de Reneesme, ele nunca foi de acordo com nada que fizemos.

_Sim, prometo..

_Promete Edward, olha o garoto esta com Nessie..

_Jacob, calma, vamos por partes, nos passe estes locais.

Selena nos deu a localização de algumas propriedades de Johan, e fomos reunir-se com o resto decidir o que fazer.

 

POV  Reneesme.

Eu ainda não conseguia me alimentar direito, sentia-me fraca, e ao caçar eu também botava tudo para fora, estava exausta, Nolan decidiu caçar sozinho desta vez, fiquei deitada, minhas forças não retornavam.

Sonhei novamente com o lobo, e desta vez foi mais claro e tranquilo, me sentia bem com o sonho, não queria acordar,  mas acordei.

Sentia minha cabeça pesada, e meu estomago além de enjoado ele roncava, era estranha a sensação.

Percebi que Nolan não estava em casa, e fui até seu quarto, ele deixou destrancada a porta, entrei.

Era um quarto aconchegante, bem organizado, percebi uma escrivaninha, sentei-me nela e observei várias anotações, em cima de alguns papeis uma caixa dourada, a curiosidade me tomou, sabia estar sendo invasiva, porém continuei.

Abri a caixa dourada e dentro tinha um medalhão, abri, e eis meu espanto, a foto do casal que me lembrei estes dias, ao tocar piano, meus pais.

“Mais que minha própria vida” lembrei-me da voz de minha mãe ao me entregar o medalhão e traduzir o que tinha escrito, neste instante, veio a epifania.

“Meus pais não estão mortos”

Não sei como, mas sei que sabia disso.

Escutei Nolan entrando, e rapidamente desci até ele.

_Nolan, porque mentiu para ,mim?

Ele encarou minhas mão com o medalhão, e soube que alguma lembrança eu tinha, bastava ele explicar-se.

 

Anúncios