Boa Tarde meus amores!

To meio sumidinha né?! Eu sei, mas tem sido necessário, sem contar a minha net que não está ajudando nem um pouquinho, espero resolver em breve, mas infelizmente não depende de mim e sim da bendita via cabo, mas em fim…. probleminhas chatos a parte, hoje vim comentar um pouquinho do livro Cinquenta Tons de Cinza.

Tenho que confessar que já tinha me decidido a não comprar esse livro e realmente não comprei! hehe…. Porém em uma visita a casa de uma amiga o livro gritou pra mim da estante dela (ME LEIA!!!)  e euzinha como uma leitora compulsiva, não resisti, ele estava ali, eu também. A oportunidade, ai já viu né!!!

Pois bem, vamos as minhas considerações sobre a dita leitura:

Annastacia Steele, uma jovem comum que se apaixona pelo multimilionário Christian Grey, que curte joguinhos sexuais digamos incomuns (pra ser bem sucinta). Como todos sabem esse livro foi inspirado na saga Crepúsculo, e como em Crepúsculo a protagonista da história é exatamente a cópia da Bella Swan, atrapalhada e sem auto estima alguma. Christian Grey é misterioso e obscuro e guarda segredos que mudarão para sempre a vida de quem resolver se unir a ele no jogo do amor, assim como nosso Edward Cullen, então, basicamente as personalidades são cópias dos nosso personagens.

A história é bem legal devo dizer que não conhecia o tema abordado, o livro trata da relação Dominador/Submissa, entre Christian e Annastácia.

Vou dizer uma coisa, Anna se submeteu a muitas coisas em nome desse amor incondicional que ela diz sentir por Christian, que eu não me submeteria, mas cada um sabe de si não é verdade? Devo admitir que houve momentos em que tive vontade de pegá-la pelo pescoço e perguntar: Ei, o que acha que está fazendo? Se manda daí sua boba!!! (coincidentemente o nome do meu Ex namorado é Christian, então dá para imaginar como me senti lendo essa história! Deixo claro que eles só tem o nome em comum… kkkkkkkkkkkkkk….)

Em fim galera, Morri de raiva da Anna na maior parte do livro, porém não posso negar que me envolvi com a história e agora tenho que comprar os outros livros pra saber como será o desfecho, mesmo sabendo que vou passar mais raiva… kkkkkkkkkk….

Para quem gosta de uma história quente e de tirar o fôlego, é um livro mais que indicado, mas atenção, se você for feminista, não chegue nem perto desse livro (Fica a Dica) Claro que as condições Dominador(a)/Submissa(o) poderia ser invertida, o que não é o caso do livro em questão – só para esclarecer.

Agora me diga se leu e o que achou do livro?

Beijos Lana!!!

Anúncios