Tags

, ,

                               

Capitulo especial

23.Resposta

MUSICA:. Jimmy Eat Word -23

http://www.vagalume.com.br/jimmy-eat-world/23-traducao.html

POV Jacob

Quando Nesie acordou eu sabia que tinha algo errado com ela, só não sabia que era tão grave.

Ela entrou no banheiro do hotel, quebrou o espelho, e depois disso ela não pronunciou uma só palavra.

Durante o voo ela dormiu em meus braços, tive tanto medo de não vê-la, de perde-la, mas algo me dizia que estava por vir coisa pior.

Chegamos ao aero porto e todos estavam esperando Nesie, ela soltou minha mão e todos a abraçaram, percebi o olhar de desconfiança de Edward.

Chegando a mansão ela continuava assim quase muda, respondia a algumas perguntas somente, ela estava distante.

-querida você está bem, não me parece bem, quer algo? – Bella perguntou e foi o que bastou.

-BEM? BEM? CMO EU ESTARIA BEM? MINHA TIA VAI EMBORA COM MEU TIO E VOCÊS FAZEM O QUE? NADA?

-calma Reneesme isso não é jeito de falar com sua mãe.- Edward tentou argumentar- Alice fez isso por você,

-ESTOU CANSADA DISSO, DE FAZEREM AS COISAS POR MIM, ME DEIXEM EU QUERO FICAR EM PAZ.

Ela subiu ao quarto, e eu nem tentei falar com ela.

-Edward o que ouve? Porque ela está assim?- Bella estava preocupada.- e Jake você sabe de algo?

-Bella eu não entendo, ela esta confusa a mente dela esta escura, é estranho.

-Eu acho que sei o por que.- falei em fim.

Depois de explicar sobre como Nesie estava quando a trouxeram, das visões de Alice sobre a Selena, eles entenderam um pouco.

-creio que é só dar tempo á ela, vai se recuperar, Carlisle me acalmava.

Mas esse tempo não veio tão cedo.

(***) (1 mês depois)

-Nesie continua na mesma, ela quase não fala, e ontem foi pior.

-O que aconteceu jake?

-Emilie, eu tentei anima-la, comprei flores e uma caixa de chocolate, coisas de namorado sabe, e quando levei na saída da escola, ela surtou, entrou no carro e começou a dizer que não precisava se exibir tanto.

-Jake, o doutor não disse que vai passar?

-sim é o que ele sempre diz, mas não passa nunca, parece piorar, ela não dá brechas.

-tenha calma, venha vamos terminar o berço do seu afiliado.

-bom que eu tenho a oficina para me distrair, já que as coisas andam calmas na patrulha.

Depois de ajudar Emilie com o berço, fui à oficina.

-Oi lora, como vão os negócios, muito serviço?

-O de sempre, e a senhora do suburbam venho pagar o que faltou.

-eu esperava mais trabalho para me distrair.

-Jacob, não fique assim, ela esta assim com todos.

Isso era o fim até a psicopata estava com pena de mim.

(***) (1 mês)

-Rose, a Alice tem ligado?

-tem , e ate falou com ela muitas vezes, Carlisle disse que tem ajudado;

Decidi fazer algo novo, me arrumei e iria surpreende-la. Quando fui busca-la na escola ela como sempre entrou no carro, me deu aquele beijo frio de sempre.

-eu decidi agir como um namorado comum.

-como foi seu dia?

-como sempre, bem.

– e nada de novo?

-não o de sempre.

Eu estava dirigindo quando ela percebeu que eu desviava o caminho.

-aonde está me levando?

-vamos passear.

-não, volte agora eu não quero passear.

-mas ness você precisa se distrair, e eu quero curtir um tempo com minha namorada.

-tempo é isso que eu quero!!!

-do que você está falando?

-jake da pra você me dar um tempo, minha tia foi embora eu passei maus bocados, você nem sabe como está a minha mente me da um tempo!!!!

Foi isso, eu dei meia volta no camaro, a deixei na casa de Charlie, e saí me transformando em lobo.

“Para quem estiver ouvindo, não quero comentário nenhum, eu quero ficar só pelo menos uma vez com meus pensamentos.”

Eles obedecerão, eu fiquei só em meus pensamentos, e se era tempo que ela queria, eu daria, mesmo que me matasse.

A partir dali foi assim, não a busquei mais na escola e me afastei, eu ia a mansão só para saber das novidades.

-Edward, você não toca mais percebi.

-Não consigo Jake, Reneesme neste estado, contamina a minha mente que eu quase estou ficando igual a ela.

-é muito ruim?

-você nem sabe o quanto , é um vazio, é tão grande e forte que acho difícil ela voltar a ser como antes.

-Edward, não fale isso.

-Jacob, estou sendo realista, sei que há uma resposta, mas está lá dentro dela, em algum lugar, ela só precisa achar.

-espero que ela ache logo, Edward, eu estou sofrendo , isso tá me matando.

-jacob, acho que a resposta está no amor, algo me diz, eu sei pois vivi isso, eu vivi minha existência na escuridão, sem rumo e sem sentido, e só quando encontrei Bella, eu vi razão vi luz ! Pense o amor é capaz de milagres.

-eu tento Edward, tento muito, mas minhas forças estão se esgotando.

-Sei, mas pense, o Amor pode ser a resposta.

(***)

POV especial Edward

Quando achamos que a felicidade está completa, a vida nos dá uma rasteira.

Eu via a vida cobrando algo de mim e eu não entendia o por que.

Minha irmã estava morando em volterra, claro que Alice podia fazer qualquer lugar se tornar agradável, mas estava errado, nossa família tinha estar unida.

Soava como ironia vindo de alguém que um dia fez sua família viver separada por conta da estupidez de ir embora.

Talvez fosse isso, a vida cobrava o que eu fiz um dia.

Minha filha estava em um estado, que eu só poderia chamar de vegetativo.

Ela comia bebia, caçava conosco, estudava, cumpria sua rotina, tudo, menos o essencial, ela não vivia, fazia tudo de modo automático.

Ironia novamente, um dia eu fiz sua mãe viver neste mesmo estado, eu olhava Bella, e via preocupação.

Ela sabia como era viver assim sem vida.

Minha mente estava absorvendo todo o estado de espirito dela, eu não conseguia aguentar.

Não era dor, não era frio, não era nada, isso nada.

Eu via a minha filha cada dia se enterrar mais em um buraco e eu temia não ter volta.

Pior, ela estava jogando fora a única esperança de ser resgatada.

A resposta estava ali na sua cara e ela não enxergava, ela tinha sua cura bem próxima e jogava fora.

Jacob, essa era sua resposta, se havia um pouco de luz em Reneesme essa luz se acendia quando jake estava por perto, mas ela deixava passar, não permitia, bloqueava.

E como se uma luz iluminasse minha mente eu tinha a resposta ali em minha frente só cabia a mim como pai tomar a iniciativa.

POV especial Bella

Quando fui humana, lutei com a morte de frente, estive cara a cara com varias experiências de quase morte, e um dia eu lutei por algo maior, algo que poderia me matar, mas eu amava mesmo tirando minha vida eu estava disposta a dar minha vida pela criaturinha que crecia dentro de mim.

Como um presente a magia estava presente em minha vida, e um milagre me deu a oportunidade de viver, viver algo magico e fantástico.

Eu estava com a felicidade ali, eu ganhei uma família, algo por quem lutar algo maior que tudo.

Mas o que fazer quando a felicidade de quem se ama não esta em suas mãos, quando não se pode fazer nada.

-Edward, por favor, temos que fazer alguma coisa, eu estou perdendo minha Reneesme.

-Bella não a nada que possamos fazer, depende dela.

-e jacob, porque se afastou?

-Bella, entenda Jacob, ele sofre também e foi ela que o afastou, ele só esta tentando fazer o que ela pede. Lembra de quando ele não conseguia se afastar de você e você o torturava pedindo “fique”.

-Edward, tento não lembrar era doloroso.

-então é exatamente isso só que ao contrario, ela pediu para ele se afastar e mesmo sendo doloroso ele se afasta.

-porque Edward? Porque  tem que ser assim, quando tudo estava tão bem.

-meu amor, eu não tenho a resposta a essa pergunta.

– e como ela vai se recuperar?

-a resposta está bem próxima mas ela está ignorando.

-Jake?

-sim meu amor, como nós sempre fomos salvos de nossa escuridão ela só sera salva desta escuridão pelo amor que ela tem por Jake.

-Espero que ela encontre esta saída.

POV Jacob

Eu tentei, com toda a minha força eu tentei.

Não havia nada mais que eu pudesse fazer por ela.

A cada dia sentia ela se afundando em um poço cada vez mais fundo.

O que aquela maldita vampira fez com minha Ness?

Ela apagou cada luz de seus olhos.

Não sei nem se meu amor será suficiente para resgata-la.

Ela desistiu de lutar, ela desistiu de viver e o que me restava.

Percebi que meu destino era esse, sofrer por quem não quer viver.

Primeiro Bella, e a obsessão de estar arriscando a minha vida por um amor que não me pertencia.

Agora Nesie, que estava ali, eu achava ao meu alcance, e agora ela jogava fora todo esse amor que eu tinha.

Ela me pediu um tempo com tom de adeus, eu pude sentir o fim por traz de suas palavras.

Tempo? Que tempo, se ela não se achou até aqui quando iria.

Ela nem ao menos tentou, ela desistiu. Ela não só desistiu de sua vida como desistiu de nós.

Nesie é a única coisa que eu tinha como minha e certa, e agora nada, eu não tinha nada.

Tempo? Que tempo, não se espera a hora certa para amar.

Será que eu poderia esperar a eternidade para ter um amor, não sei se minhas forças me permitiriam.

E a força deste imprinting, ela me tragava como se fosse o maior pecado se afastar dela.

Era escolha dela, eu não tinha mais forças, eu poderia morrer tentando, mas minhas forças se foram no momento em que vi em seus olhos a dureza em suas palavras.

Eu teria que aceitar, eu teria que renunciar a esse amor, antes que eu mesmo não me encontrasse.

Essa era a deixa para o final, para encerrar.

Só que como uma pequena fagulha ainda insistisse em meu peito o amor ainda ardia como  brasa .

E eu não conseguia encontrar a força para desistir. Eu estava fraco.

Fraco para continuar.

Fraco para desistir.

Anúncios