Tags

, , , , ,

                                                               
                                                                     20.Surpresa

POV Reneesme
Depois de Jake, foi para casa, antes de dormir fiquei curiosa com Nolan, fiz algumas perguntas mais o garoto não tinha muita coisa para contar de sua vida, sempre andou escondido, e sua única companhia era seu pai, tive pena dele, minha vida era tão maravilhosa e agora com meu mais novo namorado.
Meus sonhos pertenceram totalmente a jake, espero meu pai não se incomodar mais com isso, Pela manha acordei e meu pai estava na mansão fazendo o café e conversando com Nolan.
-Bom dia filha, será que Jake demora, fiz bastante, sei como esse seu namorado come.
-Ele logo chega, alias ele vai me levar a escola, pensei em de moto.
-tudo bem.
Meu pai se retirou, me sentei para comer, mas só fiquei conversando decidi esperar jake, Nolan puxou assunto.
-Como isso funciona?
-O que exatamente?
– seu namoro? É estranho!
-você logo se acostuma, afinal o que não é estranho em nossas vidas?

-Notei!!Você vai a escola, age como humano normal, tem um namorado que vira um lobo assustador, seu pai l sua mente., é totalmente bizarro.
– totalmente. – riamos junto de como minha vida era, quando jake chegou e entrou.-
Depois de tomarmos café ele me levou em sua moto a escola.
Chegando ao estacionamento os olhares eram todos direcionados ao meu namorado, neste momento queria ter o dom de meu pai e saber o que cada um pensava, logico que com minha audição alguns sussurros eram fisgados, entre eles uma garota disse “ Que gato” isso mesmo e era meu gato, quer dizer era um lobo, mas gato resumia sua beleza.
-Ta todo mundo olhando. Nessie, eu vou ficar envergonhado!
-Não liga eles estão olhando meu namorado gato.- ela agarrou minha cintura.
-Sei, e você é minha namorada gata. Aqui longe de seu pai a gente pode falar assim?
-pode sim, prometo não pensar nisso perto dele, meu gato!
Percebi quando o carro de Rick entrou no estacionamento não tive coragem de olhar e encarar, e Jake me deu um beijo, novamente as garotas sussurravam algo, só que com ele me beijando eu não ouvia nada.
-isso é bom, agora eu vou- o beijei novamente,- você vem me buscar, se não vou ter que ir a pé.
-claro que venho. – outro beijo- agora vai, não se atrase.
Estava totalmente entorpecida, devia ser crime jacob Black beijar, e quando eu estava entrando Susan me alcançou.
-Menina, que gato é aquele e aonde você arrumou?
-é meu namorado.
-E desde quando você tem namorado?
-desde sábado.
-me conta tudo!!!!
-Ele é amigo da família, o conheço a tempos mas sábado que oficialmente a gente resolveu namorar.
-menina, então você já tinha ficado com ele?
-mais ou menos.
-garota que tipo de amiga em, nem conta essas coisa,
-é que eu não tinha certeza, desculpa, e ai como foi seu fim de semana, depois..
-depois de sexta, menina, que foi aquilo? Todo mundo ficou preocupado e depois ninguém conseguiu falar com você, mas no domingo pedi ao meu pai o telefone do cheff swan e ai liguei, el me disse que você foi passar o fim de semana na casa de parentes, ele não te contou?
-Não fui para casa dele ainda, jake me trouxe da casa de meus parentes.
-explicado, mas o Rick, aquele cavalo, a Megam contou que viu tudo, ele forçou você a beija-lo, bem feito, boa essa estratégia de morder, aposto que ele vai pensar duas vezes antes de roubar o beijo de alguém,
Depois de saber disso eu fiquei aliviada, sabia que esse boato iria rolar por um tempo e logo sumiria.
No intervalo Rick foi o único que não sentou-se conosco, ele ficou com o pessoal do time, ouvi mais algumas fofocas.
-Então tá de namorado? A Susan já espalhou. –Megan veio contando.-
-sei que é estranho.
-Não é não, ele parece ser mais maduro que esses bobões da escola.
“ Ela não sabe da metade.”
-Ele é sim bem maduro, as vezes.
Fiquei feliz das coisas estarem bem normais, quando sai da escola ele estava lá me esperando meu jake.
Ele me levou a um galpão e me contou de sua ideia da oficina, eu pensei que teria que ajuda-lo de alguma forma.
Fomos para casa buscar minhas coisas, chegando lá meu avô pediu para conversar com ele, e Nolan veio conversar comigo.
-Como é esta coisa, de ir a escola?
-É simples, vamos lá aprendemos um monte de coisas, arrumamos amigos, simples, por que?
-Carlisle me disse que semana que vem vão me matricular, eles vão bolar uma história e ver se eu não tenho problemas com o sangue humano.
-Que bom, quanto a arrumar amigos vai ser fácil para você, eu já estou lá eu te ajudo.
-Me ajuda a não matar ninguém.
Estávamos rindo , era fácil conversar com Nolan vi que eu teria um amigo agora que meu ex amigo virou meu novo namorado. Ele saiu do gabinete eu fui ao seu encontro.
-Jake, vamos meu amor. – peguei sua mão.
-se você quer, achei que o papo estava bom?
-nada de mais, você não está?..” ele estava com ciúme??”
-Não neisie também estava pensando que Nolan não tem amigos seria uma boa ele ter você, o que acha de passar mais tempo aqui assim podemos passar mais tempo com ele.
-serio???? Tudo bem, então venha vamos lá podemos por um filme e ficar de bobeira, eu não tenho muito dever posso fazer depois.
Fomos assistir um filme eu deitei a cabeça no ombro de Jake e pensei que bom ele não ter ciúme, eu sempre serei dele.
A semana passou com essa rotina jake me levava para escola, depois passeávamos, e algumas tardes fizemos companhia a Nolan, no fim de semana o assunto foi que segunda Nolan começaria a escola, eu o adiantei alguma matéria nesta semana, e sua história foi bolada.
Ele seria meu primo que veio morar em forks. A família de Charlie estava crescendo.
Mas Nolan continuava hospedado na mansão, meu pai decidiu que ele não deveria ficar muito sozinho.
Combinei com jake, de que passaríamos o domingo sozinhos em meu recanto, estávamos precisando se afastar de toda essa loucura.
Sábado a noite após jacob se despedir, eu chamei minha tia rose para conversar.
-Tia quero sua ajuda.
-claro princesa o que quiser.
-Qualquer coisa, mesmo referente ao Jake.
-Quando se envolve cachorros as coisas complicam.
-Tia!!!
-Tudo bem, me conte o que é?
-Tia quero fazer uma surpresa para jake, e você é a única que pode ajudar.
Contei a Rose tudo sobre o problema de jake com o seu estado financeiro, e da sua ideia da oficina, e da falta de grana para conseguir.
-Querida, eu tenho que concordar com uma coisa jake é ótimo mecânico, mas ele é orgulhoso e não aceitaria uma coisa assim.
-Por isso eu pensei em você, ele não precisa ganhar a oficina, pode ser uma sociedade.
-eu trabalhar com o cachorro.
-você já fez isso lembra, com meu carro.
-Mas é diferente, era um presente para você.
-Tia..
-Tudo bem, vou conversar com Emmett, estávamos precisando de uma distração quase iriamos viajar de novo em lua de mel.
-Outro casamento???  Pelo menos desta vez eu não teria que entrar com as alianças.
O domingo foi o dia mais lindo da semana, estávamos em meu recanto, e ali esquecíamos de tudo, fizemos nosso piquenique, nadamos, dormimos, nos beijamos e muito.
Quando a noite chegava meu coração ficava apertado, cada minuto era precioso estando com jake.
Chegou a segunda e agora fomos no meu Camaro, jacob dirigia e depois nos buscaria.
Ao entrarmos, sorte que conseguimos arrumar os horários de Nolan junto com os meus, assim seria mais fácil para ele.
Fazer amizade não foi o problema, ele ficou com meu grupo todo tempo, e quanto ao cheiro, nolan se saiu muito bem, até quando na aula de biologia uma menina de nossa frente quebrou a lamina e cortou o dedo.
-Nesie, aquela sua amiga é linda.- Nolan se referia a Megan –
-Só que ela é meio na dela sabe.
-Percebi, ela não fala muito, já aquela outra que matraca, sorte que treinei com Alice as possíveis perguntas.
Na terça minha tia já tinha terminado a surpresa para jake, ela foi rápida, a noite convidei Jake para um passeio íamos mostrar-lhe a surpresa.
Chegando perto do agora antigo barracão, jake desconfiou.
-Ness você não fez o que eu to pensando.
-Jacob Black, eu te amo e quero te dar algo, vê se não faz como minha quando ganha algo, agradeça e não de piti.
Chegamos lá, tia Rose tinha feito um trabalho incrível, a oficina estava linda e perfeita.
A placa em cima foi uma homenagem a mim: “ NESSIE’S concertos gerais.”
Contei a Jacob sobre a sociedade e assim foi mais fácil dele aceitar.;
Tia Alice fez o trabalho com a festa é claro que foi meio exagerada.
Estavam todos presentes, todos felizes por jake.
-Obrigado Ness, agora não sei como te agradecer.
-E ai cachorro, é só trabalhar bastante.
-Obrigado para você também rose.
-Hummm que progresso, agora não sou mais a loira burra ou psicopata?
-Rose você não é burra, mas psicopata sim.
-Que seja, e você sempre vai ser cachorro.
Jake riu e olhou para mim.
-Espero que sim sempre, assim posso ficar com você sempre.
Agora com a oficina, jacob tinha mais responsabilidades, mas eu passava a maior parte do dia com ele lá, eu amava aprender sobre carros.
Também arrumei companhia para os deveres, eu ajudava Nolan como ele não teve a mesma educação que eu tive com meu avô e meu pai ele era mais devagar, então eu agora tinha uma distração.
Nas horas vagas eu recapitulava coisas que meu pai me ensinou, que eram úteis.
A oficina mesmo iniciando estava bobando,  como a outra única oficina era muito cara e jacob conseguiu colocar seus preços mais acessíveis ele conseguiu muitos clientes.
Como ele estava muito atarefado e meus dias se resumiam a passar na oficina, eu não reclamava, Jacob decidiu que iriamos fazer algo diferente.
-Ness, essa semana eu faturei uma graninha, então que tal a gente fazer um programa de namorados normal?
-Que tipo de programa?
-Sabe cinema, jantar fora? Nós nunca fizemos isso.
-Acho legal. Então fim de semana cinema.
Nolan avisou Carlisle que sexta seu pai estava vindo para visita-lo.
-Ele me ligou e disse que na sexta ele vem, Não tem problema?
-Não filho seu pai é bem vindo, é bom que ele veja que você esta bem e feliz.
-sim Carlisle, eu posso dizer que estou mesmo essa coisa de vida normal é diferente mas muito gratificante.
Na sexta Jacob estava atrasado com uma entrega então não poderia nos levar a escola, então sai mais cedo peguei o Nolan e fomos a escola.
O dia estava normal, ao não ser por Nolan que me pareceu meio estranho. Na saída resolvi perguntar o que incomodava.
-Que foi Nolan está nervoso com a visita de seu Pai?
-Estou, ele me ligou hoje pela manha e mudou os planos.
-Que planos?
-Vem vamos para seu carro que eu te conto.
Nolan estava nervoso, e começou a chorar.
-Nesie, meu pai não vem, ele mudou tudo, logo agora que eu estava acostumando.
-calma Nolan, comesse do inicio e me conte o que aconteceu.
– Meu pai disse que a guarda já sabe que eu estou aqui, e vão vir atrás de mim, eu tenho que te pedir um favor.
-O que foi, peça.
-Você tem que me levar para meu pai agora.
-Tudo bem se acalme, vamos chamar o jake, e levamos você.
-Não Nessie, só você.

Anúncios