Tags

Olá galerinha estou eu aqui de novo..foi rápido em.. não me contive, eu gostei tanto de escrever este capítulo que tinha de posta-lo logo…ofereço este capítulo a leitora Irene Moreira ela estava querendo o capítulo4 ai está…

e a todos vocês que acompanham e comentam saibam que amo os comentários tanto os elogios quanto as criticas são sempre bem vindas…

Edkarla e Mayara beijos a vocês…

Acontecimento extraordinário

POV Edward.

Ao encontrar Bella naquele estado, todas as dúvidas de que ela teria uma vida humana feliz e que aproveitaria a cada instante se esvaíram, quando ela casou achei que ela estava perdendo parte de sua vida, mas não, eu estava enganado.

A cena era bizarra, estranha e ao mesmo tempo linda. Alice estava sentada na poltrona com a mão em cima da imensa barriga que Bella apresentava as duas sorrindo com cada movimento do pequeno ser que ali estava crescendo, sim Bella estava Grávida.

-Edward.- Bella me encarou com os seus olhos arregalados de espanto.- Alice não me disse que você também estava aqui.

-Era outra surpresa, você acha que só você tem surpresas amiga?

-Sim, Claro, e uma surpresa boa.

Ela saiu da companhia de Alice e veio em minha direção, e sem nenhum pudor ou medo, ela me abraçou.

– Ah! Desculpe!- Bella se afastou.- Eu estou assim muito emotiva, deve-se aos hormônios.

Seus olhos com pouca umidade mostravam sua emoção.

-Então??? – apontei para a barriga dela.- Você e Jacob andaram tendo trabalho.

Tentei fazer piada. Bella sorriu largamente, suas bochechas estavam muito mais coradas do que o normal e sua respiração estava descompassada.

-Você está bem? Quer dizer a gravidez está bem?

-Sim, é que estou na reta final, e fico muito cansada com pouco esforço.

-E já sabe o que é, quer dizer, sabe se é menino ou menina?- Alice perguntou.

-Ainda não, Jacob decidiu que faremos tudo bem natural como é feito na tribo dele.

Aquilo me ferveu !

-Como?? Quer dizer que você não tem acompanhamento medico?

-Não, eu tenho ido a consultas sim, somente o parto será feito com uma parteira, mas não se preocupe o doutor disse que se estiver tudo indo bem como está não terá problema algum.

-Edward, pare de incomodar Bella, não é da sua conta, e muitas mulheres tem tido filhos com métodos naturais e dão certo.

-Deixe-o Alice, é só preocupação, meu pai e minha mãe não gostaram muito também.

-Desculpe Bella, é que eu estudei muito sobre isto, e a medicina não aceita muito bem estas formas primitivas.

-Edward pare. – Alice estava ficando irritada.

-E Jacob onde está?

-Deve estar fazendo ronda.

-O que? Ele ainda não parou com isto?

Bella abaixou a cabeça de forma vergonhosa, e tentou explicar.

-Ele diz que sempre aparecem frios, por aqui, pois ainda permanece o rastro de vocês.

-Agora você também nos chama assim?

-Desculpe Edward, é força do habito.

Aquilo já estava virando uma discutição, quer dizer eu discutia Bella estava envergonhada, e tentava se desculpar por tudo, se devia aos hormônios mesmo.

Percebi Bella ficar pálida.

-Quer algo Bella, eu busco. – Alice percebeu também.

-Uma água, por favor.

Alice correu até a cozinha, eu a acomodei no sofá, quando Alice voltou com a água varias coisas aconteceram ao mesmo tempo. Bella se virou para pegar o copo, eu escutei seu corpo estralar internamente, e um liquidam jorrou pelas pernas de Bella.

-Aiii.

-Bella, – a coloquei em meus braços o que aconteceu?

-A bolsa estourou, está na hora.

Tudo fez sentido.

-Vou te levar ao hospital.

-NÃO!!! – Alice pegue minha bolsa e ligue para o Jacob.

Alice discou e depois de três tentativas. Nada.

-Ele deve estar na forma de lobo. Alice me leve à tribo, depois explicamos esta confusão.

-E o tratado.

-è uma emergência, ligue para o numero da parteira assim ela se prepara.

Alice novamente não obteve sucesso.

Bella agonizava de dor. Meus instintos de proteção falaram mais alto e mesmo com protestos  dela a levei para meu carro, e rapidamente peguei a estrada rumo a cidade, ia leva-la a um hospital.

Musica: Safe and soud – Sãos e salvos – Taylor Swift.

 

http://www.vagalume.com.br/taylor-swift/safe-and-sound-traducao.html

Durante o caminho seus gritos ficaram mais intensos,

-Edward, não vai dar tempo!!

Como faria isto agora Bella ali prestes a ter um filho, e eu um Vampiro era o único presente.

Parei em um acostamento, e me posicionei, eu poderia rezar para tudo dar certo, mas duvido que fosse ouvido por alguém.

O corpo dela se contraia inteiro e seus gritos eram muito intensos.

Percebi a cabeça do neném já em sua entrada, eu teria que fazer isto.

Eu estudara em medicina somente teórica em Harvard, mas na pratica era tudo muito diferente coloquei minhas mãos na cabeça do bebê e o puxei,

-Força Bella, só mais um pouco.

Em um único movimento o bebê estava em meus braços, já sabia que o melhor era não cortar o cordão e olhando aquela criatura frágil, mesmo com todo aquele sangue presente minha sede estava controlada, e entendi como Carlisle conseguia ser um ótimo cirurgião, a vontade de trazer aquele Bebê ao mundo superava qualquer extinto de vampiro.

Olhei aquele pequeno ser. Frágil, indefeso e estava ali em meus braços, seu coração pulsava muito forte, era maravilhoso ver uma vida chegando ao mundo.

-Bella é uma menina.

-Ah! Me de ela Edward, me de minha pequena Sarah Bella.

-Como, se você não sabia o que era?

-Eu tinha os dois nomes escolhidos.

Era uma menina perfeita, não tinha os traços daquele cachorro, era tão branca como Bella, e faltavam-lhe cabelos em sua pequena cabeça, tinha alguns fios claros.

-Tem certeza que é de Jacob. – brinquei enquanto dava a bebê para Bella.

-Seu idiota, é claro que sim. Bella admirava o Bebê com devoção.

-sabia que quando eu nasci era bem branquinha, e minha mãe é loira, se importa.

_sei.

Assumi o volante, e durante o trajeto, observar Bella com o Bebê nos braços era a forma de concretizar o que estava acontecendo, ela estava tendo a experiência mais linda de todas, e eu nunca poderia a proporcionar, a verdade estava ali, Bella fez a escolha certa.

Depois de chegarmos ao hospital e ao Bella ser levada, Alice chegou logo em seguida com a Bolsa de Bella.

-Liguei para o marido dela, ele está vindo é melhor você não estar aqui.

Iria me retirar e depois de assinar os papeis e de pagar todas as despesas, disse que passaria pagar o que fosse necessário depois,   Jacob que já havia chegado, saiu do quarto e me chamou.

-Ei Edward, Bella quer te ver.e alias obrigado por tudo.

-É, você quem deveria estar ao lado dela.

-Vamos falar com Bella, antes que eu me arrependa de permitir o que ela vai fazer.

Entrei no quarto e Bella estava ali, um pouco pálida, em seu braço o soro e no berço ao lado de sua cama o bebê dormia.

-Jacob, pode nos deixar a sós.- Bella com sua voz um pouco baixa e rouca pediu.

-è só por um pouco, eu estarei por perto.- Jacob me encarou firmemente.

Logo que ele saiu.

-Ele ainda tem ciúmes?- perguntei apontando por cima de meu ombro.

-Na verdade sim, mas não de mim, ele esta com ciúmes pela Sarah.

-por quê?

-Eu quero te pedir para ser o padrinho dela, já que você a trouxe ao mundo.

-Eu???

-Sim, você porque, não quer?

-é muita responsabilidade.

-Que nada, você tem tempo de sobra.

A bebê começou a  se mexer e a chorar.

-Pega ela para mim Edward.

-Eu??- ela parecia tão frágil- ela é tão pequena.

-Edward, Você a pegou no momento em que nasceu, é só me alcançar, ela deve estar com fome.

-tudo bem, – Peguei a pequena Belinha, pois mesmo muito pequena tinha fortes traços de sua mãe.- Então porque este nome?

-Bem, eu gosto de misturar nomes,  Sarah é o nome da mãe de Jacob e Bella era como eu gostaria de ser Chamada.

-E o outro nome, qual seria?

Imediatamente o rosto de Bella que estava pálido ficou vermelho e muito quente.

-Você não quer saber, ela já esta ai é uma menina, o que importa.

-Bella?

-Tá legal, ia ser Jacob Edward, mas não vem ao caso.

Eu sorri com a ideia. A Belinha estava mesmo com fome, e quando Bella a colocou para mamar mostrou realmente sua sede,

E ai Edward? Vai responder ao meu pedido?

Olhar para aquela cena, Bella alimentando aquela pequena garotinha frágil e indefesa, certamente precisaria de muitos cuidados, não tinha como dar outra resposta.

-Sim Bella serei o padrinho dela.

-Que bom, resta saber se Alice quer ser a madrinha.- Bella deu de ombros.

-É claro que ela vai querer não conhece Alice, ela vai querer é brincar de boneca com ela cuidado.

Com todos estes acontecimentos tive uma ideia do que fazer com meu tempo livre, em que faculdade eu iria me formar agora.

(***)

Notas finais..

e ai falei que tinha uma surpresa… imagina Edward fazendo este parto, amei escrever este capítulo..

e no próximo capítulo teremos mais surpresa teremos passagem de tempo e um POV novo…

Beijos e até o capítulo 5 e acompanhem o blog no face e twitter assim sempre saberão quando sai capítulos novos. beijos izis

Anúncios