Tags

, , , , , ,

Neste capítulo teremos já uma passagem de Tempo, espero que gostem…

O casamento

POV Bella

O cetim do vestido escorregava em meu corpo, e meus olhos começavam a encher de lagrimas.

-Bella, pare com isso vai borrar toda maquiagem.

-Tudo bem. – superei fundo e engoli seco o choro que se acumulava em meu peito. Ora por pensar em casamento, o que era normal, e ora por pensar em Edward.

Tinha duvidas se fiz certo em lhe mandar aquela carta, e pior em fazer a estupidez de lhe convidar para padrinho.

_Alice, algum sinal dele?

-Bella, pare com isto, é seu casamento, não vamos deixar o melodramático do meu irmão estragar.

-Mas Alice…

-Bella, eu já disse que não vi meu irmão desde que ele leu sua carta e viu seu convite, e quanto a o futuro, ele esta confuso, até onde vi ele só caçava e está vivendo como um bicho.

-Isto não é certo.

-Não se incomode, ele sabia que isso ia acontecer, hoje tem que ser o dia mais feliz de sua vida.

Alice se retirou, e meu pai entrou.

-Bella você está linda.

-obrigado pai, e você está um gato.

Meu pai deu um sorriso torto, e vi que se falasse mais ele é quem ia desmanchar em chorar.

Escutamos a marcha nupcial, se iniciar, e sabíamos que era nossa deixa.

-Vamos. – meu pai enganchou em meu braço.

Saímos da sala, na igreja e fomos até a entrada, e as portas se abriram, a cada passo eu tentava evitar olhar as pessoas,

Ao fundo da igreja no altar estavam lá todos os familiares em pé, e ele, Jacob, estava lindo, sua pele dourada, refletia as luzes, neste instante esquecia tudo e lembrava que valia a pena estar com ele.

Ao final da marcha, meu pai me entregou a Jacob, e a cada palavra dita eu me segurava para não chorar.

Não pude evitar olhar para os lados e verificar se Edward estaria presente, no momento em que as tradicionais palavras foram ditas:

-Se alguém tem algo contra esta união fale agora!

Nada de Edward, mas enquanto os votos estavam sendo ditos, olhei para o fundo da igreja, e lá estava ele entrando, ele se posicionou no lugar de padrinho, e ficou ali observando enquanto Jacob falava seus votos:

-Eu Jacob Black, aceito você Isabella swan como minha esposa, para ama-la e respeita-la, na saúde na doença, até que a morte nos separe. ..

Ao final na saída da igreja, os tradicionais cumprimentos, Edward se colocou na fila, e ao seu toque gélido eu tremi.

-Parabém sinceramente, e desculpe o atraso.

A festa decorreu muito bem, Alice fez um excelente trabalho.

Na verdade tudo corria Bem até ele me chamar par dançar.

-Posso ter uma dança com a noiva?

-Claro.-Jacob não se objetou, a felicidade dele era visível, e em todo momento nenhuma reação de ciúme se apresentou.

A musica lenta iniciava-se e eu novamente estava em seus braços, só que agora eu era uma mulher casada.

MUSICA:

http://www.vagalume.com.br/florence-and-the-machine/never-let-me-go-traducao.html

Florence and Machine

Never let me GO- Nunca me deixe partir.

Eu deitei minha cabeça em seu ombro, e pensei que agora esta era a última dança, e mesmo sem ler meus pensamentos Edward sabia exatamente o que passava em minha cabeça.

-Bella, esta será nossa última dança.

-Sei.

-E acho que será a última vez que me vê

Aquilo me pegou desprevenida.

-O que?

-Bella,  é hora de eu assumir a derrota e tentar seguir minha vida.

-Mas..

-Jacob pode te proteger, e estando longe não trarei problemas.

-Edward, sempre achei que apesar de tudo eu ainda teria você por perto.

-por quê? Para nós dois sempre sofrermos, eu sei o quanto ele te ama, dá par perceber, e a mente dele é toda você.- Edward observou Jake que estava exalando felicidade.- vocês só serão felizes se eu for embora.

-Sei.! Abaixei a cabeça, eu sabia que era a melhor forma, só não estava preparada.

-Obrigado pelo convite, foi difícil vir, mas foi bom valeu a pena.

-Desculpe, se te fiz sofrer mais.

-Não, valeu mesmo, você está tão linda, e pensando em tudo que disse no bilhete, você terá a chance de uma vida plena e feliz com Jake.

-eu nunca mais vou te ver.

-Provavelmente não. Sei que sua memória é muito vaga,para os humanos é fácil esquecer.

-E para você?

Nunca te esquecerei,  Bella você é o meu primeiro e provavelmente meu único amor em toda minha existência, mas aceito tudo só de saber que você será feliz.

-Não podemos manter contato? Como amigos!

Eu sabia que o pior para alguém era ouvir ser amigo de alguém que ama, mas foi o que minha boca falou .

-Bella, no inicio será difícil, mas quem sabe talvez no futuro.

O futuro?

Eu sabia que fui eu a escolher o meu, e sabia que tinha razão, e ouvindo da boca dele que minha felicidade era o que importava eu me senti forte.

Ele me beijou na testa e saiu, e não saberia mais se o veria.

POV Jacob

Ao terminar da festa , a minha ansiedade era muita para partir dali com Bella.

Meu cronograma estava todo feito, só era uma surpresa para Bella.

-Aonde vamos Jake?

-Surpresa!!

-Sim a lua de mel eu sei que é surpresa, mas esta noite?

Bem vamos pegar o voo para Washiton , e lá ficaremos em um hotel por esta noite e amanha vamos a nosso destino.

-bem, pois hoje estou cansada.

-Mas espero que não esteja cansada para nossa primeira noite de casados.

-Não.

Chegamos ao hotel, e ao entrar no quarto não contive minha excitação.

A beijei plenamente, seus lábios sempre doces e convidativos.

Agora Bella era minha esposa, e isso me deixava muito feliz.

Minha mão traçou o contorno de seu corpo perfeito, e retirei o vestido de cor caqui que ela vestia. E por baixo revelou-se uma cinta liga.

-o que achou querido da minha surpresa?

-Linda.

Seu corpo ficou mais realçado com a peça de lingerie, mas meu intuito era tira-la o quanto antes.

Bela me levou até a cama.

-Meu querido a primeira vez nossa, você comandou, agora deixe eu te provocar um pouco.

Bella foi desabituando minha camisa, e a cada botão aberto, ela beijava meu peitoral, isso cada vez me deixava mais louco.

Ela então começou a  tirar sua liga aos poucos e me excitando muito.

Não contive com aquela lentidão, a puxei em meu colo, e seu corpo pequeno e perfeito nu, e a beijei, desci com os beijos em sua clavícula, seu pescoço, cheguei a seus seios pequenos, que a partir de agora seriam sempre meus.

Bella desabotoou minha calça, e meu membro já duro, saltou e a Box que eu usava já não o suportava.

A virei e penetrei meu membro em sua entrada, úmida.

A noite foi intensa de muito prazer e amor.

Pela manha pedi nosso café, e acordei.

-Bom dia minha princesa, temos um voo para pegar.

-E eu posso saber para onde vamos?

Depois de se amarmos mais uma vez, pegamos as bagagens fomos ao aeroporto e embarcamos rumo ao Havaí, minha irmã morava lá e podíamos curtir muito juntos.

(***)

(***) ( 2 Anos Se passaram)(***)

POv Edward.

-Irmão se anime, estamos na cidade Luz, Paris.

-Alice, estou cansado de tanta viagem, estou pensando em parar com estas férias longas e fazer alguma faculdade.

-Mas você já fez tantas, já tem dois PHD em medicina, teórica é claro, mas…

-mas vou ficar me distraindo com viagens?  Eu não estou com paciência de fazer colegial novamente.

-Tudo bem, e aonde você pretende ir?  Quer que eu e Jass façamos com você?

-Eu pensei em passar em forks e pegar minha documentação…

-AHH agora está explicado, você não precisa ir a Forks, sabe que Jass pode providenciar tudo para você.

-Alice, deixe-me fazer isso sozinho e do meu jeito.

-Se você vai a Forks eu vou junto, se quer saber também estou com saudades de Bella, Já faz um ano desde que falei com ela por telefone.

-Não vou a Forks para vê-la.

-Conta outra.

Embarcamos no voo, e Alice tinha razão, parte de mim queria mesmo vê-la, ter a certeza de sua felicidade  era o que me daria forças para continuar com essa tortura.

Chegamos a nossa antiga casa e Alice desfez as malas,  rápido e já estava ao meu lado.

-vamos ligar para ela!

-você liga.

Fiquei escutando .

-Alo.

Sua voz ao outro lado da linha estava igualmente linda e aveludada.

-Oi Bella, quanto tempo!!

-Oi Alice!! Sim muito tempo, e a viagem?

-Resolvi dar uma pausa, adivinha aonde estou?

-Não vai me dizer que está em Forks?

-Acertou!!!! Nossa você está melhor vidente que eu .

-è que eu sonhei com … vocês esta noite e imaginei.

-e podemos nos ver?

-Claro, eu queria muito falar com você, eu tenho uma surpresa.

-Bella não me deixe curiosa.

-Você curiosa, você não sabe de tudo..

-Não vale, sabe que não consigo vê-la mais, me conte.

-Vou até sua casa, eu mostro.

Alice desligou o telefone, e ficou muito agitada.

-vou dar um jeito nesta poeira, vamos ter visita!!!

-Alice, ela não perguntou de mim!

-Não, mas acho que ela quis dizer que sonhou com você.

-Será?

-Será o que?

Que aquele cachorro teve o tal do imprint?

-Edward se fosse isso saberia, pois eu teria visto o futuro dela assim que se separasse daquele..

-Sei, e o que será a surpresa?

-Vamos logo ver.

Sai para uma caçada, queria me prevenir ao ver Bella, sabia qu7e era errado,mas eu necessitava em vê-la.

Correr pela floresta e caçar me arejou a cabeça, e a cada metro que me aproximava de casa eu sentia meu corpo desfalecer.

Vi um carro diferente em frente de casa, era uma caminhonete diferente da cheve  antiga de Bella, mas o cheiro da tribo estava impregnado.

Cheguei ate a porta e o silencio estava ocupando o local, quando li a mente de minha irmã, não pude crer e abri imediatamente a porta e me deparei com a cena , realmente Bella tinha uma surpresa.

Anúncios