Tags

, ,

 Espionando

POV Jacob

Fui para ronda e quando encontrei Seth contei-lhe de meu plano,

-Cara se Ness souber que você vai ficar seguindo ela te mata.

-Eu sei, mas não posso deixa-la sozinha.

-Mas Jake.

-Seth ao contrario do que Ness pensa ela só tem seis anos não sabe como é a vida e lá fora há muito mais perigos do que ela pensa.

-Tudo bem se você diz.

Deixei todas as rondadas definidas  peguei meu rabitt e fui para escola vi quando ela saiu a segui de longe ela encostou na delegacia e depois foi ate a cafeteria dava para ver a agitação adolescente, eu ri comigo mesmo de meus tempos de escola e como era bom antes de toda essa loucura de lobo  as coisas eram mais fáceis.

Dava para entender o que Ness queria , ela só queria se sentir normal esquecer de que era meio vampira esquecer desta loucura do mundo em que nasceu, antes de ter o imprinting com ela eu também achava uma tortura esta vida, e se pudesse ter uma fuga eu acredito que aproveitaria a oportunidade.

Observei o grupo aumentando e quando eles entram nos carros.

Segui a um a distancia considerável.

Ela entrou em uma exposição, vi como era a única em sua turma que prestou atenção aos mínimos detalhes de tudo, Nesie havia herdado isso de Bella e Edward, ela era dedicada aos estudos, e mesmo com todo conhecimento que tinha adquirido com seu pai e seu avo ela não negligenciava o que aprendia.

Depois que eles saíram da exposição ficaram em frente ao cinema, o mesmo cinema que vim um dia, esse foi meu ultimo dia normal antes de tudo isso começar.

Ri sozinho com a lembrança de eu Bella e seu amigo Mike, vimos um filme de ação cheio de sangue e morte, as coisa eram simples como estavam sendo com Nesie, fiquei feliz em saber que ela teria esta oportunidade de ser normal.

Enquanto eu viajava nas lembranças percebi que não me arrependia de nada, pois tudo que aconteceu tudo que fiz foram fatores que me levaram aqui a ter este presente de Bella a minha Ness, um dia eu sabia que eu poderia dizer isto sem culpa “ minha ness’

Quando eles saíram do cinema e foram a uma lanchonete lembrei que eu mesmo não comi nada então pensei que alguns minutos não fariam mal, fui ao carrinho de cachorro quente e no meu bolso eu tinha o suficiente para três não mataria totalmente minha fome mas já ajudava.

Enquanto estava ali comendo percebi na praça um casal, então reconheci eram uns dos amigos da Ness eles já não estavam na lanchonete então procurei por ela na praça e não a vi quando eu estava ficando preocupado quando a avistei ali sentada no capo de um carro.

Meu sangue ferveu ao ver aquele adolescente tão perto de minha Nesie.

“ Tempo Jack espaço Você prometeu.”

Eu repetia em minha mente para me acalmar.

A proximidade deles era de mais.

Era doloroso ver aquela cena.

Ele tocou seus cabelos, dentro de mim um alerta era ligado:

“ ela é minha não a toque !”

Foi quando aconteceu , eles estavam se beijando, aquilo doeu muito ao ver Nesie retribuindo o beijo, eu estava a ponto de me virar e ir embora antes de me torturar mais quando ela o empurrou, foi com tamanha força,

Confesso que tive pena do garoto, o que eu não entendi foi a reação exagerada de Nesie, confesso ter gostado disto, ela colocou a mão na boca e saiu correndo, então corri até meu carro.

Andei pela cidade e a vi correndo sentido a rodovia.

Nessas horas a velocidade de Nesie e eu de carro era inconivente, pois com o carro eu teria que dar uma enorme volta.

Chegando a rodovia senti um alivio vendo ela caminhando pelo acostamento lentamente.

Parei ao seu lado com o carro e abri a porta do passageiro

– E ai quer uma carona?

Ela não se mexeu.

– Vamos Nessi, entre, andando desse jeito você vai chegar amanha em casa.

Ela entrou , fechou a porta, mas continuou ali quieta, devia estar muito irritada.

-E ai Nessi você vai reagir sempre assim quando te beijarem, vai sai correndo?

Quando disse isso percebi que ela estava nervosa seu corpo estava rígido e seus olhos fechados como se estivesse com medo também.

-Meu Deus! Nessi você ta apavorada. O que houve?    _Não precisa ficar assim, ninguém vai te julgar, isso acontece. É parte da experiência huma…

Quando ia dizer humanas ela surtou de vez e gritou

– Humanas? Jake ! Eu o mordi!

Falando isso ela enterrou sua cabeça nas mãos e ficou sem me dizer mais nada

-Como???? O que aconteceu????

Como ela continuava calada eu desviei o caminho e parei para ela se acalmar.

-Você quer conversar sobre isso?

Ela ficou pensando um pouco e colocou suas mãos em meu rosto para me mostrar o que aconteceu.

Ela mostrou as investidas dele na lanchonete, os cortes que ela dava depois a conversa em cima do carro e quando ela disse não e ele avançou,  ela me mostrou quando tentando se soltar gentilmente para não machucar Rick ele forçou o beijo e seus dentes cortaram o lábio do rapaz, ai eu entendi que Nesie não retribuiu o beijo ela estava sentindo o gosto de sangue humano, mas logo que percebeu ela se concentrou e jogou longe.

Ai ela tirou as mãos de mim, e tentei acalma-la.

_ Esse Rick merecia, veja que idiota você tava dizendo que não e esse babaca te beija a força..

– Jake! ! Você não entende, eu senti o gosto de sangue humano, o que vão pensar de mim? O disfarce? Minha família? – ela estava chorando muito

_ Sei Nessi, mas ninguém vai culpar você. Aconteceu foi um acidente.

– Acidente! Por isso mesmo! Acidentes acontecem, como vou conviver com humanos?

Eu percebi suas preocupações, sabia que aconteceu o que ela mais temia, então desci do carro

– Vem comigo.

(musica)

Hedley.

Perfect- Perfeito.

http://www.vagalume.com.br/hedley/perfect-traducao.html

Peguei sua mão e a levei a uma pedra sentei e a convidei a sentar-se

– Ness você se saiu muito bem hoje, você refreou seus sentidos, agiu rápido, mostra que você ta preparada. E tem mais ele não devia ter te beijado a força, qualquer garota iria da um belo soco nele, sua mãe um dia me deu, ta certo que ela quebrou a mão!

Ela relaxou um pouco e riu dessa história

– Jake nem sei quanta força o empurrei e nem quanto o machuquei?

-Situações vão surgir, mas é só você ficar preparada, você agiu bem foi como se tivesse uma reação exagerada, ninguém vai desconfiar de você por ter agido assim diante de um idiota que não sabe o que significa serem apenas amigos.

– A, Jake ,é tão bom ter você. Mas me responda uma coisa como me achou?

-Nessi, não fique brava comigo. Promete?

-Prometo

-Eu prometi deixar você ter opções e viver sua adolescência, mas não significa que vou deixar de te proteger.

– Então você estava me seguindo?

-Estava, por Favor, não fique brava, eu não posso evitar eu tenho que estar perto preciso te proteger.

-Não estou brava Jake, estou ate aliviada, Que bom que você tave perto, não sei o que podia fazer sem você aqui.

Ela me abraçou bem forte, naquele momento eu senti como aquele abraço significasse mais , eu senti uma força dentro de mim, meu lugar era ao lado de Nesie e nada poderia retirar isso.

A levei a casa de Charlie, logo que ela entrou me transformai em lobo e sentei nas patas traseiras observando sua janela.

Minha audição na forma de lobo era muito boa, pude ouvi-la tomar banho e tentei não ter pensamentos errados com isso, e logo percebi que ela chorava muito, minha Ness estava sofrendo.

Não tive duvida nenhuma de que eu fiz a coisa certa de estar lá de segui-la, eu sabia que acontecesse o que fosse eu sempre estaria para apoia-la.

Independente de qualquer futuro que Nesie decidisse eu aceitaria pois o que mais quero é vê-la feliz.

Lembrei  do dia de seu nascimento dia que coloquei pela primeira vez os meus olhos naquela pequena criatura, e de como tudo fez sentido naquele momento, como tudo que sofri por Bella valesse a pena pelo simples fato daquela criaturinha estar ali

Lembro-me de como fiquei tenso com a proximidade daqueles sanguessugas italianos de minha pequena, como sofri ao entender quando Bella a colocou em mim naquele dia achando que eu era a única esperança de mantê-la  viva

Eu daria a minha vida se assim fosse necessário por ela

Lembro me de como ela crescia rápido sua infância sua inteligência, quando Bella me obrigou a terminar os estudos só para poder acompanhar.

E lembro de como ela foi ficando cada vez mais linda, de como eu sofria estando longe.

Mas também percebi que ela sofria, de como quando fiquei afastado eu vi a falta que fiz ao entrar e encontrar aqueles olhos castanhos radiando alegria quando fui no piquenique.

Isso só podia significar algo, Nesie me amava como eu a amo, como ela se declarou no piquenique.

E se a conclusão éramos ficar juntos de qualquer forma porque adiar?

Decidi que não iria adiar, eu iria me declarar e Edward aceitando ou não Nesie  e eu éramos um só e ninguém iria nos separar.

E como se fosse a confirmação de meus pensamentos ouvi quando Nesie falou baixinho

-Boa noite, meu jake

***

“-Cara que baboseira toda é essa? Seth reclamava.”

Eu me esquecia de que nem meus pensamentos eram seguros.

“-Ei aquele rapaz é um idiota mesmo, ele devia leva uns belos tapas.- Leha falou lembrando do acontecimento.”

“-E agora cara o que vai acontecer?”

“Nem eu sei, até segunda vamos ter que ver o que o babaca vai comentar.”

“- e se cair no ouvido do Charlie.”

“-Ele ate que merecia, Charlie iria dar um bom corretivo nele.”

“-só que isso tem que ser resolvido está em jogo todo o segredo dos cullens.”

“- a gente da um jeito, quando vão contar pro Edward, ele vai ficar uma fera.”

“-sei que nesie vai quere contar”

Então vou passar anoite aqui e amanha decidimos juntos como fazer.

Anúncios