Tags

, ,

Passeio

POV Reneenme

Sai da escola e deixei meu carro no estacionamento da delegacia.

Tínhamos combinado nos encontrar em frente ao café da Tia de Susan, que era ao lado da delegacia, então passei  pra avisar a Charlie.

-Oi Charlie (na frente dos outros não podia chama-lo de avô).

-Oi querida algum problema?

-Não, só vim avisar que estou indo a Port Angels com uns amigos e não sei que horas eles voltam, vamos pegar um cinema.

–  Tudo bem, leve minhas chaves, eu uso a da varanda.

– Obrigado, ate depois.

Na frente da cafeteria estavam todos, no carro do Rick fomos  Susan, Megam e eu. No carro do Rony foram sua agora, namorada Amanda e dois rapazes do time.

-Que legal Rony convidar mais gente- Susan estava animada com  presença de mais rapazes.

Chegamos a Port Angels e fomos até a exposição que o professor de História indicou.

Saímos da exposição fomos para o cinema.

-Vamos ver “Maquina Feroz”é muita ação- Rick sugeriu

– Não acho que devíamos ver “ Em seus Corações” Romance é melhor –Susan deu sua opinião.

-Não Susan esse filme é pra namorados melosos verem – Megan disse e deu uma olhada pra Rony e Amanda que estavam se beijando e nem ai pra discução- tem um filme de suspense também.

– E você Nessi, o que gostaria de ver? Rick me perguntou.

– Pra mim tanto faz, concordo com Megan romance é pra casais- ri um pouco- Mas ação é bem legal também ouvi falar que esse filme é cheio de carros legais e velocidade. Porque não fazemos uma votação?

-Boa ideia e ai rapazes o que vamos ver, Ação ou Suspense?

É claro que num grupo cheio de rapazes o que venceu foi ação Susan nem quis votar se sentiu excluída.

Saindo do cinema os rapazes estavam todos animados com toda a adrenalina do filme.

– Que filme legal cara! Você viu aqueles carros.

– Você viu aquela atriz “Meu” ela é muito gata.

Fomos lanchar após o filme. Na lanchonete juntamos duas mesas e Rick veio sentar ao meu lado.

-E ai Nessi gostou do filme?

-Muito legal, mas achei que devia ter menos assassinatos.

-como assim? O filme todo mesmo com toas as explosões só no final os grupo dos malvados morreu.

-Não pessoas, os carros que desperdício você não viu eles acabaram com um dez clássicos lindos em uma única perseguição, eu quase chorei quando explodiu aquele Maverick.

-Você é estranha – Rick riu de meu raciocínio.

-Sempre me dizem isso.

-mas não entenda mal, não estranha ruim, mas estranha legal.

-“Ah. Thá”! “Bem explicado”?!

– Me deixa explicar, vê se entende, você é diferente .

“Ele nem sabe quanto.”

-Diferente como?

-Veja um exemplo, olha a Susan ,toda garota comum é assim melosa e toda cheia de frescura.

-você ta enganado olha a Megan, por exemplo, ela tem seu estilo próprio.

-Você não vê é só disfarce no fundo é igual, mas você tem algo mais, você é natural, não fica forçando ser algo que não é.

Você nem sabe de nada. Pensei

– E ai? vocês vão comer o que? Rony chamou nossa atenção.

Depois do lanche fomos andar um pouco na praça, Megan  não quis pois seu fone de ouvido e foi pro carro esperar, Rony e a namorada foram para um banco, Susan tava investindo em um dos rapazes amigo do Rony, o outro foi pro carro do Rony e pegou no sono eu e o Rick ficamos esperando sentados no capo de seu carro.

-Sabe Nessi, desde aquele dia no shopping que eu gostei de você –“ Ai ai ai, ele vai começar” –

-Sabe Rick desde o shopping eu sabia que podíamos ser bons A M I G O S. – falei bem devagar assim ele entendia.

-Nessi, mas eu não penso em sermos só amigos- ele foi chegando mais perto e colocou uma mecha de meu cabelo atrás de minha orelha, isso é mau sinal.

– Rick não vai confundir as coisas.

-Nessi, você já disse que não tem namorado, você é a garota mais bonita de toda a escola, eu sou o capitão do time. Então é questão de lógica, você e eu o par perfeito!

Rick foi se aproximando e me beijou, o que eu faço se eu o empurrar com essa raiva eu posso machuca-lo tenho que me concentrar, tentei me afastar de vagar ele investiu mais força no beijo e ai as coisa fugiram do controle, senti um gosto bom doce e esse gosto atingiu um instinto em min. Ai foi eu que segurei com força mas não estava beijando, eu estava sugando, reconheci o gosto era sangue, então o empurrei e imediatamente tapei a boca e o nariz com as duas mãos.

-Ai! Nessi você me mordeu- ele colocou a mão na boca e viu o sangue- eu falei que você é esquisita.

Não disse nada, não podia sentir cheiro nenhum naquele momento, não pensei e sai correndo. Passei pela arvore que Susan estava se beijando com o outro rapaz e só pude dizer  bem rápido:

– Susan não se preocupe vou pegar um taxi pra casa!

E saí correndo em sentido a rodovia.

Eu não queria engolir a saliva, pois sabia que gosto iria sentir, então jogava pra fora todo liquido que se formava em minha boca, tentava me lembrar de não respirar, as ruas estavam cheia de humanos.

Finalmente quando cheguei à rodovia, podia respirar tranquila. Idiota, idiota, eu pensava, não caçava fazia tempo, mas como Jasper dizia sempre quando se anda no meio de humanos tem que estar prevenindo. Idiota, idiota, eu não podia correr, pois ia chamar a atenção uma garota correndo na noite, pior seria eu ativar meu extinto de caça,ligar para meu pai nem pensar estava com muita vergonha ate de meus pensamentos.

Continuei andando e de repente um carro parou ao meu lado, abriu a porta:

– E ai quer uma carona?

Não precisei olhar para saber quem era,reconheci o cheiro Jake estava ali em seu Rabitt.

– Vamos Nessi, entre, andando desse jeito você vai chegar amanha em casa.

Sentei no banco do carona e abri bem o vidro pro ar entrar em meus pulmões  e fiquei sentada em silencio com os olhos fechados.

-E ai Nessi você vai reagir sempre assim quando te beijarem, vai sai correndo?

Ele não havia percebido como eu estava.

-Meu Deus! Nessi você ta apavorada. O que houve?

Agora ele Percebeu

_Não precisa ficar assim, ninguém vai te julgar, isso acontece. É parte da experiência huma…

Interrompi quando ele ia dizer humanas.

– Humanas? Jake ! Eu o mordi!

Enterrei minha cabeça nas mãos com vergonha.

-Como???? O que aconteceu????

(MUSICA)

http://www.vagalume.com.br/hedley/perfect-traducao.html

Hedlei- “ Perfect” “ Perfeito”

Fiquei em silencio. Jake não falou mais. Quando entramos nos limites de Forks o senti desviar o caminho e parou perto de uma encosta, desligou o motor deu um suspiro e ai começou a falar:

-Você quer conversar sobre isso?

Não sabia se queria, mas sabia que devia, então coloquei as mãos no seu rosto e passei as imagens do que aconteceu e como me senti, a vontade do sangue, a vontade de matar aquele garoto para ter mais sangue a dor da culpa, Jake viu e sentiu tudo.

_ Esse Rick merecia, veja que idiota você tava dizendo que não e esse babaca te beija a força..

– Jake! ! Você não entende, eu senti o gosto de sangue humano, o que vão pensar de mim? O disfarce? Minha família? – eu já estava chorando. –

_ Sei Nessi, mas ninguém vai culpar você. Aconteceu foi um acidente.

– Acidente! Por isso mesmo! Acidentes acontecem, como vou conviver com humanos?

Jake sabia do que eu estava falando então ele desceu do carro e disse:

– Vem comigo.

Ele pegou minha mão e andamos até uma pedra ele sentou e fez sinal para me sentar ao seu lado, colocou um braço em minha cintura e começou a me reconfortar.

– Ness você se saiu muito bem hoje, você refreou seus sentidos, agiu rápido, mostra que você ta preparada. E tem mais ele não devia ter te beijado a força, qualquer garota iria da um belo soco nele, sua mãe um dia me deu, ta certo que ela quebrou a mão!

Tive de rir com essa historia.

– Jake nem sei quanta força o empurrei e nem quanto o machuquei?

-Situações vão surgir, mas é só você ficar preparada, você agiu bem foi como se tivesse uma reação exagerada, ninguém vai desconfiar de você por ter agido assim diante de um idiota que não sabe o que significa serem apenas amigos.

– A, Jake ,é tão bom ter você. Mas me responda uma coisa como me achou?

-Nessi, não fique brava comigo. Promete?

-Prometo

-Eu prometi deixar você ter opções e viver sua adolescência, mas não significa que vou deixar de te proteger.

– Então você estava me seguindo?

-Estava, por Favor, não fique brava, eu não posso evitar eu tenho que estar perto preciso te proteger.

-Não estou brava Jake, estou ate aliviada, Que bom que você tave perto, não sei o que podia fazer sem você aqui.

Abracei-o bem forte e ficamos ali por um tempo! Depois ele me levou a casa de Charlie.

Quando cheguei, fui tomar um banho debaixo do chuveiro chorei muito, depois consegui relaxar e fui para cama. Mais calma meus pensamentos ficaram mais claros, eu sabia que o idiota tinha sido o Rick, e amanha eu tinha que ir para casa e conversar com a família sobre o que aconteceu, mas outro pensamento me veio a mente de como foi bom o Jake estar La de como ele foi altruísta ao ponto de simplesmente querer minha proteção.  Será que seria sempre assim mesmo que minhas escolhas não levassem a escolher ele, mesmo assim ele estaria me protegendo? Eu sabia a resposta, era sim, ele estaria, e não precisava me perguntar o porquê, eu também sabia. Ele sempre estaria porque o amor é assim você não é egoísta, você prefere ver o outro sem você se isso o faz feliz.

Também comecei a pensar em quanto eu era feliz estando com Jake. Pensei não só quando criança, mas no ultimo ano, o quanto eu queria ele perto, o quanto ele me fazia falta estando afastado, e percebi que eu era feliz em vê-lo feliz, mas vi que ele só é feliz estando comigo. Então cheguei a conclusão obvia! Porque esperar, porque sofrer, porque fazer o Jake sofrer por me ver a distancia tentando viver uma vida diferente. Não faz sentido! então cheguei a outra decisão que amanha teria que resolver, amanha, pois hoje vou dormir e sonhar com Jake, que tenho certeza estar La fora me protegendo. Então falei em um sussurro que sabia que a audição de Jake na forma de lobo ouviria:

-Boa Noite meu Jake.

Anúncios