Tags

12.Tempo

http://www.vagalume.com.br/nickelback/far-away-traducao.html

Reneesme

“Idiota”

“IDIOTA”

Não sei para quem eu repetia se para mim mesma ou para o IDIOTA do JACK.

“IDIOTA””IDIOTA”

-Reneesme, o que é isso filha? – è claro, não adianta “ xingar” em pensamento, sempre tem alguém ouvindo.

– Também, com esses gritos mentais, é capaz de até quem não lê mentes ouvir. O que o Jack fez agora?

Nesse momento lembrei  da estúpida conversa no carro, como eu fui idiota, eu não consegui me expressar direito.

-Calma Nesie, ele vai entender, depois vocês conversam.

Neste momento sem que percebesse meus olhos se encheram de lagrimas, eu não tinha como explicar aquilo, ele entendeu tudo errado.

-Nesie meu anjo vem aqui pare de chorar.

Meu pai chegou ao meu lado abraçando-me, e me levou para dentro.

-Vamos, eu já sei o que vai te fazer feliz.

Ele me guiou até a cozinha e retirou rapidamente os ingredientes para me fazer um brigadeiro, quando minha mãe chegou.

-O que aconteceu?- Minha mãe já entrou perguntando, não precisava nem olhar para mim era só sentir o cheiro do brigadeiro.

-Nada.- Falei emburrada cruzando os braços na bancada;.

-Coisas de adolescente.- meu pai falava rindo.- Como se fosse simples.-

-Mas filha é simples.

-Vocês podem parar com essa conversa muda.- minha mãe pediu.

-Mãe me dá uma ajuda aqui, quero fica quietinha até com meus pensamentos. -Olhei de canto para meu pai.-

-Claro, eu sempre estou à disposição, – ela sentou a o meu lado- Escudo ativar!!!- Ela falou rindo e brincando com o seu poder de estender seu escudo mental.

-Porque vocês fazem isso brincam quando a coisa é seria.

-querida, alguém morreu?- minha mãe perguntou

-Não!!

-Alguém está em doença terminal?

-Não!!! Há para mãe, já falei quero ficar bem quietinha e comer essa panela inteirinha de brigadeiro.

Minha mãe continuou ali sentada ao meu lado enquanto eu comia o brigadeiro, e meu pai delicadamente se direcionou ao piano.

-Tem certeza que não quer contar nem para mim, não precisa falar.

Coloquei minha mão no seu rosto e mostrei como foi lindo meu sábado no meu mais novo recanto, da Emilie e a gravidez da conversa com Jack sobre ele ser o novo Chefe, o almoço até nossa discussão no carro.

-Queridinha, vai passar, eu conheço Jack ele não vai ficar zangado por muito tempo, mas pense um pouco nele, é muita coisa você cresceu, a descoberta do imprinting, a sua declaração e agora isso ele ser chefe.

Ao ouvir minha mãe falando meu pai parou de tocar imediatamente e se pôs ao nosso lado, perto dele eu não tinha pensado em tudo.

-O que você acabou de dizer? O jake vai ser o chefe de toda matilha? E que declaração?

-Você viu o porquê de eu não querer falar!!

-Entendo!! Calma Edward, é que o Sam vai ser pai e agora quer passar a matilha para o Jack, e quanto a declaração não é nada de mais, outra hora você e Nesie conversam,.

Decidi ficar aqui em casa mesmo, e fui dormir no chalé a única coisa chata era que provavelmente meu pai ficaria vigiando meus sonhos.

Na segunda acordei cedo e Esme já estava com um café da manha completo para mim, quando me sentei ele chegou.

-oi, já ia tomar café sem mim hoje?

-Jake!!! Corri e agarrei seu pescoço. Você não está bravo??

– claro que não sua bobinha, e me desculpe por ontem, eu é que sou um idiota  às vezes, sabe é muita COI..

-Pare, eu também nem sei falar as coisa direito, vem senta comigo vamos comer.- interrompi ele eu também tinha culpa, peguei ele pela mão o puxando para mesa aonde eu tomava café sozinha.

Comemos quase em silencio. Quando fui para meu carro ele me acompanhou.

Eu já estava dentro do carro e ele colocou a cabeça para dentro.

-Nesie, é sério desculpe, eu te disse que iria te dar tempo, deixar você ser uma adolescente normal, e como você diz temos muito tempo.

-é temos sim,temos tanto tempo que para variar temos que brigar um pouco, qual seria a graça de se viver para sempre e ainda nunca ter um briguinha..

Jake riu de minha conclusão

-é o que seria de nós se não houvesse a reconciliação.

Rimos junto

-mais uma coisa Ness,

-que foi Jack?

-Não quero ser chato, é só preocupação, viva sua vida como achar melhor, mas tome cuidado tá, como você disse eu terei muitas responsabilidades agora e não vou poder te proteger a todo tempo.

-HÀ!! Jack, eu vou me cuidar eu prometo!!

Entrei no Camaro, e fui para escola.

Chegando lá percebi que a segunda era o dia das novidades, todos falavam animados do fim de semana.

Rick tinha ido acampar com seus tios.

Megam foi para casa da avó e disse que foi entediante.

Susan trabalhou o fim de semana, agora ela ajudava a tia no café do centro da cidade.

As aulas seguiram normais. Na saída Rick veio puxando assunto.

-E ai Nesie, tá tão calada, todos falaram do fim de semana, o que você fez?

-Eu fui para um acampamento também, com… um primo- o que eu ia dizer?- e depois passei o domingo com a família.

-legal, também gosta de acampar!! Nós podíamos ir um dia juntos.- Ai. ai ele vai começar.

-quem sabe, um dia com meus pais- tentei cortar.

-eu adoraria conhece-los, quando eles costumam te visitar?

-quando eles estiverem com pouco serviço.

– e ai você vai com a gente no passeio, vamos na sexta-feira.

-claro, vou sim, então tchau até amanha.

Entrei no carro e fui ate a casa de Charlie, fiz meu dever em alta velocidade, mas Jack não apareceu estava certa de que tinha muita coisa para resolver agora com sua nova função.

Charlie chegou,

-querida, devia ter me ligado, eu liguei para seu pai ai ele me disse que você iria dormir lá.

-desculpe nem lembrei ,não faço mais.

Depois de jantarmos Charlie foi ver os esportes, mas eu estava cansada de mais para assistir dei boa noite e fui ao meu quarto.

Foi quando ele pulou janela.

-oi! Desculpe não vir antes eu tinha que redefinir os turnos dos rapazes.

-tudo bem você esta aqui agora.

-só não posso ficar muito tempo, na floresta tem ..

-Há Jake eu não gosto destes assuntos.

-só que eu vou ter que te falar, como eu não vou estar muito com você não quero você na floresta sozinha

-até parece, agora vai da uma de pai???

-Ness, é sério, há algo lá e estou me preocupando de não conseguirmos pega-lo.

-está legal vou me cuidar. Você não pode ficar mesmo?- Fiz um biquinho.

-Ness, – ele fechou os olhos com força e os abriu em seguida- Tempo ness lembra.

-posso te perguntar algo?

-claro

-como você fica quando está longe de mim

-pirralha você quer me matar né, eu sofro muito, é claro, só que falei sério quando disse que se você quer tempo eu te darei, olhe ness, eu sempre estou perto tá mesmo estando longe.

Depois me deu um beijo na testa e pulou a janela para fora.

Fui me arrumar para deitar e nem mesmo eu entendia o que eu realmente queria, deviam ser os hormônios da adolescência.

No dia seguinte o padrão era sempre o mesmo.

O que estava me irritando eram as investidas de Rick, na quarta feira dei uma carona a Megan até a sua casa assim podíamos conversar sem os ouvidos alheios.

-Megam o que faço? Esse garoto não sai do meu pé.

-É tenso… eu já vi você dar centenas de cortes, indiretas e nada dele se tocar.

-O pior que ultimamente eu ando ate dando diretas mesmo, estou pensando em nem ir sábado à port angels

-Não, não, você não pode parar sua vida por conta de um idiota, continue tesourando uma hora ele cansa.

-é talvez você tenha razão

Depois de deixar Megam fui para casa de Charlie.

Eu estava entediada com tudo, jack teve que se manter afastado, não sei se por conta de meu pedido ou dos compromissos.

Estando assim tão longe de Jake eu nem conseguia raciocinar o porque de eu estar me mantendo longe dele.

A semana seguiu nesse mesmo padrão, eu estava mais animada para o passeio quando ouvi Rick comentar que levaria mais gente então imaginei que estando em um grupo maior as coisas não ficariam constrangedoras.

A sexta chegou, e pela manha quando estava tomando meu café fui surpreendida.

-Oi!!!

-Que susto, Jacob seu idiota agora tenho que trocar de roupa. – eu tinha virado todo meu cereal em minha roupa.

-Ué, você nunc a se assustou comigo, está distraída?

-é que eu não te esperava, você tem andado meio..

-distante?

-olha Ness, não quero que pense que estou afastado ..

-Jack, não precisa se explicar, eu sei que anda ocupado com as tarefas novas.

-que bom que entende, Ness, eu vim porque..

-por causa do passeio?

-mais ou menos, eu quero que se cuide hoje, mas vim aqui porque quero te fazer um convite.

-um convite?

-o fim de semana, quer passear comigo de novo?

-Jacob…

-Ness eu sei do tempo, mas é só para distrair, e só se você não tiver nada marcado.

-eu não tenho nada marcado.

-então isso é um sim?

-é, agora eu vou me trocar antes que chegue atrasada.

Anúncios