Tags

, , ,

O Rastro

Jacob

Quando contei a ela sobre o imprinting, esperei todas as reações típicas da Ness, mas fiquei de boca aberta, essa não era uma reação a qual eu esperava, então eu desembuchei:

“-Você ta me surpreendendo, e todo aquele medo de contar pra você, ai Ness, eu esqueço que mesmo você sendo tão criança, você e tão madura.  Resolvi brincar:-Então nada de namoro só amizade!

–acho que sim, por enquanto.

-Vamos então!

-Vamos, pois com você desse jeito temos que andar. Ta doendo? –Que estúpido meu pai fazer isso!- Não pude discordar .-

Chegamos a casa, e depois dela decidir ir dormir na casa de Charlie  fui com Shet na picape de meu pai, Quil já tinha levado a Sue e meu pai para casa.

-Cara! eu sabia que Edward podia ficar nervoso, mas  desse jeito eu só vi ele naquela luta na montanha com a vampira ruiva!

-Shet, a Ness é filha dele, da um desconto, nem eu me acostumo com ela crescendo tanto, pense nele. Eu é que não queria ta na mente dele agora.

– Não to julgando, e se você que foi quebrado não ta bravo, não sou que vou ficar.E ai vai quere que eu substitua a Leah? Você ta mal para patrulhar.

-O braço já ta curando, mas vou querer sim você na ronda, vamos mudar o esquema dos turnos para não ficarmos sozinhos. Pode patrulha comigo hoje?

-Claro!

-Cheguei em casa e meu pai venho falar comigo:

-Como você  esta filho?

– To bem Pai, já vou tirar a tala daqui a pouco o braço já curou.

-Não estou falando do braço Jake.

-Pai, não se preocupe, eu e Ness conversamos, ela encarou muito bem, nem ficou chateada comigo, Pai tudo vai ficar bem agora vai descansar.

-Filho, eu não quero ver você magoado, eu não ando bem não sei quanto ainda vou viver.

-Ei velho pare de falar asneira.

-Não Jake, me deixe falar, você já sofreu muito, você já largou tudo por um amor que não era seu, e agora não sei por que o destino brincou com você desse jeito, mas eu sei das lendas e sei o que esse imprinting pode fazer quando não correspondido, só estou falando pra você se cuidar.

-Pai, o que aconteceu com a Bella era diferente, e não foi em vão veja hoje vivemos em harmonia, duas espécies originalmente inimigas, e alem do mais o destino não brincou comigo, ele me deu um presente, o mais maravilhoso dos presentes.

-Tudo bem, se você esta feliz, eu fico feliz. Te amo filho!

Fui tirar a tala, o braço já tava novinho em folha, quando ma transformei ,Shet já tava esperando, e Leah já sabia de tudo pela sua mente:

“E ai chefe supremo, apanhou do sangue suga, hoje, eu sabia que esse dia ia chegar.”

“cala boca leah, não vê que ele passo por muito hoje.”

“Puxa Saco.”

“Calem a boca os dois, eu já to chegando, Leah não vai ainda, quero saber suas novidades.”

“Não são muitas, o de sempre, o rastro vem e desaparece, mas se você quer minha opinião, a Ness ta certa, que raio de ideia esconder dela todo esse tempo?”

“ Leah, não é da sua conta, alem do mais já ta resolvido. Mas e o rastro continua no mesmo perímetro ou avançou?”

“Hoje avançou alguns metros, em direção ao antigo território dos Cullen, acho que está do cheiro rastro deles.”

“Isso eu vou ter que passar para o Edward, talvez eles precisem ficar alertas.”

“Então já fiz meu relatório, posso ir to morta o dia foi longo.”

“Claro Leah, mas amanha vamos fazer uma reunião cedo, depois que a Ness, já tiver ido ao colégio, quero redefinir as rondas.”

“ Tudo bem , boa noite rapazes.”

“Shet você faz a ronda aqui no perímetro, eu vou para o perímetro mais adiante e depois vou pra Forks, mas já volto.”

“Forks? A sim você  vai ver a Ness?”

Fui correndo, rastreei um pouco, mais nada de novo, então fui para o perímetro de forks, e encontrei Edward ele estava em uma arvore, parecia que me esperava.

-Estava esperando sim, queria falar com você Jake.

Sentei em forma de lobo mesmo.

“Que foi Edward?”

-Quero lhe pedir desculpa, eu fui tolo em agir dessa forma.

“Calma cara, não fique assim, você agiu como qualquer pai, só que você tem um pouco mais de força, vai dizer que o Charlie nunca pensou em te matar, nem um pouquinho?”

Ele deu um leve sorriso, é Charlie já tinha pensado nisso.

-Jake, mas é diferente, eu já magoei a Bella, e dei muitos motivos para sempre desconfiar de mim, já você Jake sempre agiu da melhor maneira possível, mesmo quando você me odiava.

“Edward, oque passou, passou. E alias a Ness é muito madura ela levou tudo na boa, ela vai entender você.”

-Ela já entendeu, acabei de falar com ela, e ai fiquei aqui, pois sabia que você viria.

“Então cara, já está tudo bem, pare de ser tão melodramático, aprenda a relaxar! E que bom que você esta aqui, tinha mesmo que falar com você”

-Sobre o rastro? Está avançando para o nosso lado ,isso não é bom sinal, vou conversar com a família , vamos ficar de olho também, obrigado de novo .

“não reconhecemos o cheiro ,mas  só vem e foge, ou esta testando as brechas, será que não tem nada relacionado com aqueles vampiros Italianos.”

-É pouco provável, pois Alice veria qualquer decisão mesmo que repentina. E quando aconteceu aquele confronto na clareira, eu não vi na mente  de nenhum o desejo de vingança, somente derrota.

“mas eles não podem arrumar nenhuma brecha, como aquela vez a Victoria fez?”

-As visões de Alice tem falhas, mas como daquela vez, ela pode ver uma decisão tomada repentina relacionada a nossa família.

“ Então vamos continuar de olho, vamos dobrar as rondas, vamos fazer duplas assim ninguém fica sozinho, e depois vou falar com Sam também sobre isso.”

-Jake, sei que pode parecer hipócrita de minha parte, mas peço que não se afaste dela ,você pode protege-la, e você tem razão ela sente sua falta, e sofre estando longe de você.

“Não vou ficar longe, vou fazer turnos à noite, e também no horário que ela estiver na escola.”

-Tudo bem. Jake cuide dela com sua própria vida.

“Eu não faria menos”

Quando Edward, foi embora, fiquei na forma humana, subi a arvore e dei uma olhada em minha Ness. Desci, e fui me encontrar com Shet, fizemos varias rondas, mas nada de invasor.

A manha chegou:

“Shet, vou a minha casa tomar um banho, vou ver Ness antes dela ir a aula, depois quero todos aqui para uma reunião.

“ Tudo bem ,chef.”

“pare com isso parece sua irmã.”

“desculpa.”

Tomei um Banho , e fui para casa de Charlie, subi na arvore e arranhei a janela pra ela abrir. Quando ela abril, pulei até a janela.

-Isso me traz lembranças- disse ao pular pra dentro.

-Porque ficam dizendo isso?

-Ficam?”-Quem mais anda pulando?-“

-O meu pai teve aqui ontem , disse quase a mesma coisa.

-hum! Entendi, e ai? Nervosa? vim lhe desejar sorte.

-Estava ficando, mas ai você chegou, você me acalma- ela me abraçou pela cintura, senti seu cheiro.

-Não vai ser tão ruim Ness, é só você ser você mesma, você faz qualquer um se encantar por você, veja até leah que não gosta de ninguém gosta de você , você vai fazer amigos  fácil! Dei um beijo em sua testa.

-Sabe eu posso me acostumar com isso. Ness disse com uma voz aveludada.

-Se acostumar com o que?

-De saber que vou ter você pra sempre! Meu jack! – como era bom saber que as coisas estavam do mesmo jeito, e ainda melhor agora ela sabia a verdade e o real significado dessas palavras.

-Sempre Ness !  Sempre estarei com você não importa como! Agora ande logo, ou vai se atrasar.

“Descemos e tomamos café juntos, eu podia me acostumar com essa nova rotina fácil, estando com ela isso é o que importa.”

-Ness, vá!  vai se atrasar no seu primeiro dia, deixa eu lavo a louça e deixo a chave no lugar.

-Tchau, até depois. E ela foi correndo para seu carro.

Depois, que terminei a louça, fechei a casa, então fui me transformar. E fui a reunião.

“Estão todos ai?”

“Estão quase, falta o Quil, ele foi levar Clair na escola.” disse leah.

“ Acabei de chegar, já estou aqui.”

Estávamos todos lá então comecei a dar as ordens:

“ Vamos redefinir as rondas:

Quil: você vai começar pela manha após deixar Clair na escola e eu o acompanho nesse horário.

“O segundo turno vem leah e Emby.”

“Há cara eu e leah,”

“fique quieto antes de eu dobrara seu turno, continuando, Depois Shet assume na noite comigo”

“pera ai você vai fazer dois turnos, e ainda depois ficar com a Ness, não , eu dobro o turno, ai na hora vaga que eu não tenho nada pra fazer eu durmo “

“Leah é minha obrigação cuidar do bando.”

“Também é sua obrigação cuidar Ness, então eu faço o turno com o seth e você dorme a noite.”

Leah gostava de Ness, como todo mundo, ela não resistia a seu encanto, e também se deve ao fato de ela ver em minha mente o quanto fico feliz com Ness,

“então  tudo bem, mas vamos revezar noites alternadas, fazer um rodizio.”

“e agora? Hoje você não dormiu vai fazer mais ronda? “

“Não, eu preciso mesmo dormir, quil você fica com leah hoje enquanto eu durmo amanha começamos com nossa nova formação.“

Fui dormir um pouco, estava exausto, dormi muito bem quase todo o dia, acordei num salto olhando o relógio, já eram duas e meia daqui a meia hora ela chega, disparei para cozinha, não podia ignorar meu estomago. Comi correndo e disparei porta fora, corri.

Quando cheguei a casa de Charlie entrei ela estava no telefone. Me encostei na soleira da porta, e cruzei os braços.

Ela desligou o telefone, se virou para mim e sorriu, que sorriso lindo o de minha Ness.

Anúncios