Tags

, , , ,

24.Culpa

Pov Bella

Ao entrar na casa de Sam fui muito bem recebida e todos ali eram como uma grande família.

Após as apresentações, Jacob me chamou para um passeio, e me explicou sobre a cicatriz de Emilie.

-Então é por isso que você diz ser perigoso nós estarmos juntos.

-Sim, tudo é muito intenso e complicado no inicio.

Parecia estar ouvindo um discurso repetido, deveria ser mesmo minha sina gostar de monstros que podem me matar se fizerem sexo comigo, não pude evitar um sorriso incrédulo.

-Mas, Bella, isto muda te garanto, agora sam diz que as coisas entre eles são normais, quer dizer ele se controla melhor.

Ao me levar para casa depois de um domingo tranquilo, ao se despedir Jacob nem um beijo me deu, disse querer prevenir.

-Então passou o dia em La push, Jacob está melhor?

-Esta, nós visitamos uns amigos de Jacke.

A conversa foi  rápida pois um jogo começaria.

Deitei por um tempo em minha cama fitando o teto, antes de ir tomar um banho, e fiquei pensando se meu relacionamento com Jacob iria dar certo, eu gostava muito dele isto era obvio, mas o suficiente pra aguentar esta loucura?

Absorta em pensamentos não percebi sua chegada.

-Ai que susto!! Você sempre vai fazer isto?

-Calma, você que é distraída! Pensando em mim?

-Pare de ser prepotente, e quem te deu permissão para voltar a pular minha janela desta forma Edward?

-Ninguém, mas queria falar com você!

Levantei-me, eu fiquei pensando que eu não batia bem mesmo, um vampiro pula minha janela e eu ainda discuto com ele.

-Fale!

-Você se importa de tomar banho antes, me desculpa mas passar a tarde com lobos não te deixa com cheiro agradável!

-O que?

-Bem, seu namorado, você descobriu que ele é um lobo, não.

-Como? Você já sabia!!!!

-Sim sempre soube haver uma possibilidade dele se juntar com outros.

-E não me contou por que?

-Não era necessário! E ai você vai ou não tomar um banho!

-vocês e estes olfatos sensíveis, isto é ridículo!

Edward reprimiu um sorriso de deboche!

-Sabia que ele sentia meu cheiro também!!!Foi quando me lembrei da tarde de sexta quando Jacob percebeu meu cheiro após Edward me beijar.

-Você fez de proposito sexta, não foi?

-Bella eu tenho que jogar com as armas que tenho, já que mata-lo não é permitido por conta daquele tratado.

-Edward Cullen você não se atreva, Jacob…

-calma, eu jamais faria algo que te magoasse.

-bem você vai me dizer o que esta fazendo aqui?

-Só depois que você tonar um banho

Bufei, mas peguei minha coisas, um pijama bem largo, para ele não confundir as coisas.

-Ué, você sempre se troca aqui??

-Idiota, eu já volto. – depois de um banho rápido e de escovar os cabelos os dentes, e vestir um pijama horroroso fui ao meu quarto.

– bem agora podemos conversar?

Edward com sua velocidade chegou ao meu lado.

-não importa o que vista, você sempre estará provocante Bella.

Ele acariciou meu rosto, eu rapidamente desviei.

-Bella, não se preocupe, eu vim aqui, pois quero te alertar que não vou desistir, e se para isso eu terei que lutar por você assim eu farei.

Ele me encarava com seu olhar intenso que me hipnotizava.

-E tenho mais, eu não prometo que será uma luta justa, eu usarei toda arma em meu alcance.

-Edward, quantas vezes vou ter que repetir, eu e você somos caso encerrado e não tem volta.

-Não acredito nisso, e não vou desistir, enquanto souber que ai dentro você carrega algum sentimento por mim, eu sei como faço você se sentir.

Ele dizia cada palavra pausadamente e próximo ao meus ouvido.

-você ainda esta em duvida, e enquanto estiver assim eu ainda tenho uma chance,

-e se eu decidisse Edward, e se fizesse minha escolha você desistiria.

-se conseguisse ver claramente sua escolha sem duvidas, ai eu desistirei, mas digo enquanto houver esperanças, eu lutarei.

Edward não deu chance para que eu pudesse lhe dar alguma resposta ele logo saiu.

A noite ocupada por sonhos estranhos me deixava um aleta, essa duvida, esse sentimentos eram perigosos, primeiro pelo fato crucial de dois inimigos mortais por natureza estarem ocupando partes iguais de meu coração,  e segundo porque qualquer que seja minha decisão um sai machucado.

(***)

Pela manha o dia seria longo, a segunda me traria muitos momentos com Edward, e eu  sabia o quanto isso seria perigoso, não por ele ser um vampiro mas por ele mexer com meu coração.

Ao chegar ao estacionamento da escola os olhares eram sempre de desconfiança, mas um em particular me chamava atenção, ele estava ali parado ao lado de seu volvo com seu tradicional óculos escuro.

Ao passar por ele seu perfume me atingiu como um golpe e logo percebi que ele me seguia.

-não vai me dar bom dia?

-Edward por favor… ele não me deixou terminar.

-Bella será que até bom dia é proibido?

-não é isto,( eu me virei com os calcanhares e logo seu olhar encontrou o meu.) Edward não deixe as coisas mais difíceis do que já estão

-Bella não acho nada difícil, nossa história ainda está sendo escrita, e espero que o final seja feliz, para mim claro.

Ele disse isto e saiu com seu andar arrogante e completamente lindo.

O restante da semana foi tranquilo Edward continuava a me encarar com seu olhar hipnotizante, mas respeitou o limite, já Jacob andava muito sumido, ele me ligava, só dizia ainda estará com dificuldades de se controlar.

Sábado eu não iria trabalha, pois a loja não ia bem e assim meus turnos estavam menores, era ruim ter muito tempo livre.

POV Edward

Era quase impossível respeita os limites de Bella seu corpo me convidava a cada dia, mas algo me deixava intrigado, ele não estar se encontrando com o garoto lobo e ainda estar me evitando.

Tânia e sua companheira Victória ainda estavam aos redores.

Mas eu tinha decido acabar com isto logo.

(***)

Os dias passavam e o garoto Lobo  ainda estava afastado de Bella, o Baile de formatura era assunto geral de todos, e poucos alunos que não eram formandos teriam chance de ir, eu como meus irmãos Emmett e Rosálie estavam na turma de formandos é lógico que tinha convites, e foi uma brecha para falar com Bella.

Pela manha esperei em meu volvo na estrada. Na hora que ela passaria, quando escutei sua picape se aproximando me posicionei no meio da estrada.

Bella freou e em seguida desceu nervosa.

-Seu idiota o que você pensa estar fazendo?!!!

-só quero te convidar para o baile.

-isso é a forma que você arruma para isto????

Ela estava muito irritada e nervosa, mas estava linda e provocante, não resisti a agarrei e a beijei.

De início Bella resistiu mas logo se entregou e o beijo ficou intenso, então percebi que aquela era hora de jogar mais ainda.

Parei o beijo e sussurrei em seu ouvido:

Eu sabia que você me quer!!

Bella nada disse, então aproveitei.

-vamos a um lugar mais reservado.

Bella estava entorpecida com meu beijo e somente fez que sim com a cabeça.

-me segue com sua picape.

Entrei em meu volvo e a todo o momento olhava ao retrovisor e ela estava me seguindo.

(***)

POV Bella

Minha mente estava entorpecida, e aquele beijo acendeu a sede que tinha por Edward, sua boca lisa e perfeita com seu hálito doce.

Ao segui-lo pela estrada havia confusão em minha faculdade de raciocínio, eu sabia ser errado, mas eu queria estar com ele.

O volvo encostou ao final de uma pequena estrada, deixei a picape em ponto morto minhas mãos suavam e eu apertava com toda a força o volante, nem percebi quando Edward estava ao lado da janela.

-Vamos?

Desliguei o motor e ao descer  minhas pernas não estavam firmes, ele me segurou em seus braços e sem que eu falasse uma palavra sequer ele me ergueu no colo e com sua velocidade me carregou até a clareira que já estivemos um dia.

Ele me deitou a relva e o sol cintilava em sua pele, de minha boca nada saia senti sua mão gelada descer sobre minha clavícula.

-Bella você é tão linda.

E logo os primeiros botões de minha camisa foram abertos , seu hálito gelado e doce desceram por meu pescoço e logo chegaram a meu seio, ele sugou de leve com muita delicadeza, mas o prazer estava imenso.

-Humm…- soltei um gemido de prazer.

-Em fim alguma reação! – ele sorriu maliciosamente como se estivesse esperando algo para dar a largada.

Com o sol cintilando em minha pele e a adrenalina percorrendo minhas veias, eu não estava com frio, fiquei perplexa observando sua pele ficando exposta ao sol, e logo que ele se despiu por completo era como uma estatua perfeita entalhada em mármore, rapidamente eu fui despida .

Ambos desprovidos de roupa e sem pudor algum se entregamos a nossos desejos, sua boca buscava algo com estrema sede e quando encontrou  minha intimidade   úmida de prazer ele simplesmente me levou a loucura e a um orgasmo incrível.

Quando retornou e sussurrou a meu ouvido:

-Bella seu sabor é muito doce.

Ele gentilmente se posicionou em cima de mim e pude sentir seu membro em minha entrada, e logo éramos um só com movimentos gentis mais muito intensos.

Não sei quanto tempo durou, sei que estava exalta.

Continuei calada, foi bom prefeito e maravilhoso.

Pelo caminho até o carro continuei sentindo o  prazer, e seu cheiro inebriante invadia meu ser.

Ao se despedir ele sorrio gentilmente para mim.

-Não sei para você Bella, mas para mim foi o melhor momento de toda minha existência, e meu convite para o Baile continua.

Não tive tempo de nenhuma resposta, seus lábios encontraram os meus.

(***)

Ao entrar no carro a consciência tomou conta de meu ser, e a sensação de que eu havia acabado de fazer algo errado me invadiu.

O volvo continuava a me seguir até o entroncamento que levava a sua casa.

Pelo restante do caminho, sozinha, eu podia jurar estar sendo observada.

Parei a picape em frente a minha casa e me demorei para descer, minhas mãos estavam entorpecidas, não somente pela tarde maravilhosa, mas por sentimentos que me trariam consequências.

Entrei e ao subir as escadas, meus pés pesavam toneladas e cada degrau, meu peito ficava apertado.

Passei por meu quarto peguei toalha e um pijama, mesmo sendo sedo eu queria descansar.

No chuveiro a água escorria em meu corpo, e a mediada que sentia um arrepio percebi o quanto eu estava gelada.

As lagrimas chegaram, eu sabia que meu coração queria Edward, meu corpo pedia por ele, mas sabia que o que eu havia feito era errado.

Eu estava de compromisso com Jack, e ele não merecia isso.

Asa lagrimas se tornaram intensas, eu me esparramei no chão e formei uma bola com meu corpo, cravei a unha em meus braços e meu coração estava esmagado.

Como eu poderia ter feito tal estupidez.

Quando percebi ter quase acabado com toda água quente. Custei para desligar o chuveiro, me sequei, somente não estava com paciência para secar o cabelo, então sai secando ele com a toalha.

Ao entrar em meu quarto percebi simultaneamente o detalhe de que  a minha janela estava aberta, e ao me virar para minha cama uma surpresa.

Com cabelos ruivos, pele clara e um rosto que traria inveja a qualquer modelo, ela estava ali sentada e com seus olhos cor carmim.

-Ora, ora, então você é a Bella.

Anúncios