Atualizado

Oi pessoal…. peço que me perdoem pela demora, mas como estou em período de conclusão de curso ando mais que atarefada…. segue mais uma parte desse emocionante cap pra vcs.

Não vou estabelecer uma data pra próxima postagem, por motivos óbvios, vou tentar postar assim que possível… Não se preocupem, não irei abandoná-los!!!

15. Dejavú

Jacob

Pesadelo. Essa era a palavra para o que eu estava vivendo agora. O momento mais importante da minha vida, o momento em que conheço meu filho eu também perco a razão de minha existência. Eu queria me agarrar a qualquer coisa pra conseguir acordar desse terrível pesadelo que se tornara a minha vida.

Renesmee estava imóvel e pálida sobre a cama, parecia tão frágil olhando-a assim. Não. Eu não suportaria viver sem ela, era simplesmente impossível.

Os Cullen não se atreveram a entrar no quarto sem que eu chamasse. Eu não queria ver ninguém, não queria que ninguém a visse desse jeito. No momento em que todos a vissem, se tornaria oficial e eu não estava preparado para encarar esta realidade. Aproximei-me da cama lentamente, esperando que ela se desse conta de minha presença, levantasse e pulasse em meus pescoço num abraço apaixonado e ansioso como quando ela queria me provocar sem me dar chance pra defesa. Minha Nessie era tão espontânea, a alegria em pessoa, apaixonada e intensa, também descreviam-na com perfeição, sempre fazia tudo ao seu alcance para cuidar dos que amava e não foi diferente com Adan. Defendeu-o até daqueles a quem mais amava, doando sua própria vida.

Isso é tão típico dela! Droga! Por que ela tinha que ser tão cabeça dura? Mas eu amava cada pedacinho dela, cada atitude, a amava do jeitinho que era. Só que agora olhando pra ela tão indefesa naquela cama eu não posso deixar de perguntar, como farei pra viver sem ela…

– Fala comigo meu amor… – ajoelhei-me ao lado da cama e sussurrei em seu ouvido – por favor, não me deixe… – acariciei seu rosto e senti que ainda estava quente.

Deitei ao seu lado na cama, envolvi-a em meus braços, não podia permitir que partisse, abracei-a forte para que meu calor pudesse percorrer por seu corpo, mantendo-a mais tempo ali comigo.

Sentia como se meu coração estivesse sendo arrancado do meu peito a unha, meu rosto estava úmido pelas lágrimas que rolavam, eu não me importava, minha vida estava escorrendo por meus dedos sem que eu pudesse fazer nada pra impedir. Minhas mãos percorriam seu corpo tentando encontrar algum sinal de vida, mas era inútil, ela estava imóvel. Nada mais me importava, não havia mais sentido em minha vida. Um nó entalava minha garganta e me impedia de respirar. Abracei minha Nessie mais apertado e acariciando seus lindos cabelos ruivos eu admirava seu rosto de menina, tão linda.

– Shiiiii, meu amor, eu não vou deixar nada de ruim te acontecer… – prometi – ficarei com você pra sempre aqui em meus braços. – E não haveria outro lugar no mundo que eu pudesse estar nesse momento, ela era tudo pra mim, tudo o que me importava.

Não sei quanto tempo fiquei ali abraçado a uma Renesmee pálida e imóvel, mas acredito ter adormecido. Quando acordei o sol já havia se posto, a lua brilhava alta no céu e sua luz era a única coisa que iluminava o quarto, minha Ness continuava imóvel, eu precisava deixar que a família entrasse e se inteirasse do que estava acontecendo, apesar de saber que a essa altura todos já tinham conhecimento. Ainda de olhos fechados acariciei suavemente seu rosto antes de me levantar e o choque daquele toque me fez sentir um fio de esperança.

Meus dedos encontraram um leve resquício de umidade que não estava ali quando a encontrei, em algum momento desde que me deitei ao seu lado e adormeci lágrimas escorreram de seus olhos. Em outra situação eu odiaria vê-la chorar, agora, porém, a certeza de que chorara me proporcionava a maior alegria de minha existência. As lágrimas que outrora escorreram dos olhos de Nessie, agora inundavam os meus sem pedir permissão, mas essas lágrimas expressavam a alegria que transbordava de meu peito pelos meus olhos, pois, isso significava apenas uma coisa.

Nessie estava viva! E eu lutaria com todas as minhas forças para tê-la em meus braços novamente!

“Edward, Carlisle! Preciso de vocês” – pensei e em meio segundo estavam todos no quarto.

– Tem certeza Jacob – foi a primeira pergunta de Edward.

– Edward se tem alguém aqui capaz de desvendar o que está acontecendo com Nessie, esse alguém é você. – Bella estava ao lado do marido, um brilho de esperança nos olhos.

– Sinto te desapontar Jake, mas Adan bloqueia todos os meus poderes, não sei como poderei ser útil. – Edward declarou num suspiro

– Essa é a resposta! – Carlisle falou empolgado

– O que quer dizer Carlisle? – Esme sempre cuidadosa, não conseguiu conter a ansiedade.

– Como não pensei nisso antes? – Edward disse empolgado – É claro Carlisle!

– Dá pra dividir a novidade com os demais Edward? – Rosalie exigiu já sem paciência.

– Claro. Desculpem-me. – o brilho nos olhos de Edward era incomum, como se já tivesse a resposta pra tudo e eu sinceramente queria acreditar que isso era verdade. – Carlisle acha que o estado de Nessie se deve a influencia de Adan.

– Como da última vez? – perguntou Jasper, pela primeira vez sem aquela máscara de angústia que carregou nos últimos meses.

– Sim. Observe, ela está com os mesmos sintomas que ficou depois de lutar com Jane. Todos nós pensamos que a tínhamos perdido, mas na verdade foi tudo obra de Adan, a fim de protegê-la.

Agora tudo parecia tão óbvio, só podia ser isso. Era Adan quem a mantinha desacordada. Dar-me conta disso me levou aquele episódio onde assim como agora pensamos que ela tinha morrido, quando nossas esperanças se esvaíram e o desespero se instalou tão denso como a poucos momentos atrás, claro que até então nem sabíamos da existência de Adan, agora, porém a conclusão foi bem mais objetiva. O que me faz lembrar uma coisa…

– Edward, daquela vez Adan interferiu, pois, a estava protegendo da Jane, – a pergunta era óbvia, e ele já tinha conhecimento por ter acesso a minha mente, mas eu quis prosseguir com ela até o fim – De que ele a estará protegendo agora?

****

Renesmee

A morte era tranquila, eu estava envolta em uma sensação de paz, como nunca havia sentido antes. A última coisa de que me lembro, era do medo que estava sentindo, esse medo vinha acompanhado de uma dor insuportável. Havia alguém comigo. Alguém que me ajudava e acreditava em mim, isso era reconfortante.

Não me recordo de onde estava, mas algo era marcante dentro de mim. A saudade que sentia de Jacob.

Meu coração se contraiu com a lembrança.

Estranho… Pensava que quando morríamos, as lembranças ficassem para traz. Isso deve se tratar de um castigo ou algo assim, afinal, o que eu sou? Não sou humana. Não sou vampira. Eu não me encaixo em nenhum dos mundos.

A tranquilidade que me envolvia transformou-se em um mar de angustias. Um turbilhão de sentimentos me atingiu sem piedade. Jake, minha família, quanto sofrimento minha morte deve lhes ter trazido, afinal, nesse universo deturpado em que eles vivem, a perda não se trata de algo rotineiro como no mundo dos humanos. Para os humanos isso é algo natural, dolorido e muito triste, mas é a lei que rege suas vidas, mas para nós, a perda é algo inconcebível, que se dá como uma punição por parte dos Volturi, ou por um passo mal dado, como foi o caso do James, Victória, Laurent… sim eu sei das histórias, meus tios me contaram, bem a contragosto de meu pai, mas em especial Emmett, não podia se conter em descrever suas habilidades de batalha, eu ouvia tudo aquilo inebriada com tudo o que meu pai fez para finalmente se casar com minha mãe, o amor deles sempre foi muito especial. Mas ainda assim, a morte entre nós é algo que raramente ocorre.

Forcei minhas pálpebras para que se abrissem, até agora o medo me consumia, era como se o ato de um simples abrir de olhos, confirmasse que eu estava morta e eu ainda não estava pronta pra esse inevitável fato. O sentimento de perda não me deixava, ainda faltava algo muito importante, porém, eu simplesmente não sabia o que era.

Forcei-me a pensar com mais clareza, meus pais eram figuras marcantes em minhas lembranças, Jacob, meus tios e avós, o bobo do Seth e os outros da reserva, todos estavam ali, vivos em meus pensamentos, mas a angustia que sentia, deixava claro que ainda faltava alguma coisa.

Meus olhos ainda estavam fechados, será que se eu simplesmente os abrisse, o mistério se revelaria para mim? Sentia que se abrisse os olhos minha morte finalmente seria real e na minha covardia permaneci com os olhos fechados, procurando em minha mente a peça que faltava. O motivo de toda aquela dor.

Minha vida passava por minha mente como num filme, cada detalhe, cada sorriso, cada conquista.

 

“- O meu é maior que o seu Jake! Olha mamãe – gritei empolgada

– Muito bem filhinha – minha mãe estava tão contente.

– Bella ela pode se machucar caçando um animal tão grande – Jake protetor me olhava receoso.

– Não seja bobo Jake – minha mãe disse sorrindo

– Eu venci mamãe! Diz pro Jake que eu venci!!!

– Claro que venceu queridinha – minha mãe olhou pra Jake sinalizando algo, enquanto se aproximava de mim e me envolvia em seus braços.

– Vamos contar aos outros como você pegou um grandão hoje Nessie! – Jake disse tentando me animar, pois eu queria que ele me apoiasse e até agora o medo o consumia por minha proteção. Jake me pegou no colo – vamos lindinha, levarei você correndo! – falou agora empolgado, já que eu estava na proteção de seus braços, tudo o que ele queria era me tirar dali o mais rápido possível.

– Contar não Jake, vou mostrar! Assim olha… – meus dedinhos tocaram seu rosto, estava empolgada para mostrar do que era capaz. Seus braços se estreitaram ao meu redor observando sob meu ponto de vista a investida daquele leão da montanha que eu acabara de abater. Minha mãe sorriu enquanto eu mostrava a ela também.

– Não ria Bella, isso foi assustador e muito perigoso.

– Jake, você se preocupa demais, Nessie cuidou dele sozinha e sem dificuldades.

Jake colocou meu cacho solto atrás de minha orelha. – Nessie, posso te pedir uma coisa?

– Sim Jake.

– Me ensina a caçar assim?

– Claro! – falei empolgada – vou te mostrar direitinho da próxima vez – Jake piscou para minha mãe. Sempre protetor meu Jake.

– Agora vamos com o tio Jake mostrar aos outros…”

 ***

 “ – Droga Seth, por que ele não me nota?

– É muito difícil pra ele Nessie, mas tenha paciência que vai acontecer mais cedo ou mais tarde.

– Como assim vai acontecer? Como pode ter tanta certeza?

– Não seja apressada baixinha, eu sei e pronto.

– Por favor Seth, me conta vai – falei com voz de choro

– Nem vem com essa, suas lágrimas de crocodilo não me convencem.

– Seth seu cachorro!

– Não me ofendeu em nada, espere baixinha tenha calma que tudo vai dar certo

– Eu te odeio Seth – bati o pé irritada…”

***

“- Não acredito que a mamãe conseguiu vencer o tio Emmett numa luta!

– Nem me lembre disso – Emmett estava com orgulho ferido

– Tinha que ter visto Nessie, Emmett sendo vencido por uma garota – meu pai provocava o tio Emm.

– Ela estava recém criada, agora quero ver ela me vencer!

– É um desafio Emmett? – minha mãe ria

– A hora que quiser Bella…”

***

– Como você pôde jogar tudo o que tínhamos fora? Tudo por ele? – meu coração sangrava por ter de seguir com Nahuel, mas eu não tinha outra escolha.

– Eu sinto muito Jacob, mas é assim que tem que ser…”

***

“- Eu vou conseguir minha família de volta Narciso?

– Em três dias Renesmee, mas pra isso precisa fazer tudo o que lhe disse…”

***

“- Eu te amo Jake… me desculpe….

– Eu te amo minha vida…”

Toda a minha vida passou diante dos meus olhos e tudo só me deixou mais triste, eu não podia partir e deixa-los sofrer por minha causa, mas o que eu poderia fazer? Estava certa de uma única coisa. A peça que faltava, era a chave para todo o mistério e angustia que me consumia.

 

 

 

Quem já conferiu o cap 17 de Sangue e Coração  no blog Lana Aguiar???

E Quem já conferiu a estréia de Os Caçadores – Uma história da nossa amiga Dilla lá no Lana Aguiar???

Posso dar minha humilde opinião? Vocês não podem perder!!! A Dilla estreou em grande estilo e Sangue e Coração chegou numa etapa decisiva!

Clique AQUI e confira… Aguardo seus comentários viu!!!!

Anúncios